Volante do Palmeiras diz que conversa com diretoria sempre o deixou tranquilo para atuar

Dias após o término da novela da renovação de seu contrato, Marcos Assunção diz que em nenhum momento pensou em sair do Palmeiras . O experiente batedor de faltas afirmou que a conversa que havia tido com a diretoria o dava tranquilidade para treinar e jogar.

“Eu estava tranquilo, porque sabia o que tinha conversado. Não fiquei ansioso, nervoso e estava fazendo meu trabalho. Também tinha contrato que vencia só em junho, então ainda tinha um mês de contrato. Não era desempregado em momento nenhum. Assim como eu me sinto hoje, eu me sentia há duas semanas”, disse Assunção.

Decisivo nas bolas paradas, o atleta já participou da jogada de gol que deu a vitória para o Palmeiras contra o Atlético-PR. Antes já havia feito dois gols de falta, sendo um no Paulistão e outro na Copa do Brasil.

Em 2011, o jogador também já deu várias assistências, mas tem sido bem menos eficiente nas batidas de faltas do que foi em 2010. Para ele, a mudança não o preocupa, porque o importante é ver seu time vencer.

“O importante é estar ajudando, de uma maneira ou de outra. O importante é o Palmeiras vencer. Não quero ser goleador, fazer gol de falta e ver meu time perder o jogo. O importante é ganhar, com ou sem meu gol”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.