Porém, o técnico Sebastião Lazaroni, que comanda o atleta no Qatar Sports Club, não se mostra propenso a liberar o atacante

O Corinthians entrou em acordo com o meia-atacante Marcinho em relação a salários. Mas a negociação ainda tem um caminho importante a ser percorrido. O presidente do Timão, Andrés Sanchez, ainda aguarda a liberação do atleta junto ao Qatar Sports Club.

"Está tudo certo com o Marcinho. Se liberar agora, vai ser do Corinthians. Caso o contrário, só daqui seis meses, quando termina o contrato dele", disse o dirigente, em entrevista à Rádio Globo .

A liberação de Marcinho será discutida pelo empresário Giuseppe Dioguari. Só que a missão não é fácil. O técnico brasileiro Sebastião Lazaroni comanda o Qatar Sports Club e não se mostra propenso a liberar o jogador.

Marcinho seria uma das opções para reforçar o setor ofensivo do Corinthians. Aliás, o time de Parque São Jorge anunciou nesta terça-feira a liberação do veterano Iarley para o Ceará.

"Não queria ceder esse jogador, mas não coloquei obstáculos, pois ele poderá ficar um ano no Ceará", avisou Andrés Sanchez.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.