Volante tentou explicar melhor o lance em que ele cometeu um pênalti no jogo contra o América-MG

Neste sábado, o Avaí conseguiu arrancar um empate contra o América-MG nos acréscimos do segundo tempo, somando seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro, o que não foi suficiente para tirar a equipe da lanterna da competição.

Para o capitão do time, Marcinho Guerreiro, o Avaí não ganhou um ponto, mas perdeu dois no duelo contra o Coelho. O volante assumiu a responsabilidade da derrota por conta de um lance capital, que foi o pênalti para o América-MG, convertido por Fábio Júnior.

O jogador tentou se explicar: "Nós fizemos o gol. Com certeza a gente ia virar ali, porque a pressão seria grande sobre o América. Aí, na hora que soltou a bola, o cara bateu, acho que desviou, ela subiu, eu estava voltando, tentei me recuperar para tirar ela com toda a vontade e acabei tropeçando. Acabou ocasionando o pênalti". No final do discurso, o capitão se emocionou: "Acontece, só erra quem está ali dentro", disse.

Prometendo recuperação no Brasileirão, Marcinho Guerreiro aprovou a chegada do técnico Alexandre Gallo, que deve se apresentar na terça-feira: "A gente sabe que é um grande treinador. Espero que ele venha e encontre a equipe motivada. A gente espera fazer o melhor, ajudar o Gallo, que está chegando nesse momento. Acho que é um grande treinador e a gente espera, junto com ele, tirar o time dessa situação", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.