Ídolo argentino disse que povo de seu país precisa trocar vaias por apoio "ao melhor do mundo"

Maradona abraça Messi após a eliminação argentina na Copa de 2010
Getty Images
Maradona abraça Messi após a eliminação argentina na Copa de 2010
Lionel Messi , o mais contestado jogador da seleção argentina que disputa a Copa América, recebeu o apoio de peso do maior ídolo do futebol do país sede da competição. Diego Maradona trocou as críticas que tomaram conta do noticiário da Argentina pelo apoio incondicional a Messi e seus companheiros. A Argentina joga sua classificação contra a Costa Rica nesta segunda-feira. Só uma vitória garante a classificação da equipe para a próxima fase.

Veja a classificação da Copa América

"Nós, argentinos, não podemos nos comportar assim, com o melhor (jogador) do mundo", disse Maradona, criticando as reportagens que atacaram Messi. Bastante emotivo, Maradona, que está com a mãe no hospital, disse também para o jornal "Olé" que Messi teria sofrido jogando com três volantes na equipe.

Visite a página do iG para o futebol argentino

Sérgio Batista, que substituiu Maradona no comando do selecionado argentino, coloca Javier Mascherano, Ever Banega e Esteban Cambiasso no meio-campo do seu 4-3-3. Sergio Aguero, reserva, marcou contra a Bolívia o único gol da equipe no torneio até agora. "(Javier) Pastore seria um bom parceiro para Lio (Messi)", disse Maradona sobre o meia do Palermo (ITA) que teve uma ótima temporada no Campeonato Italiano. Pastore ainda não jogou no torneio.

A Costa Rica, com uma equipe quase completamente sub-23 e com apenas metade do time que chegou até às quartas de final da Copa Ouro nos Estados Unidos, pode gerar problemas se a Argentina não melhorar.

Com três pontos na tabela, Ricardo La Volpe, que viu o seu time ser convidado no último minuto depois da desistência do Japão, disse que a preparação do time inclui um aspecto psicológico.

"Estou focando em como contra-atacar um time que quer mostrar para o povo argentino que tem uma grande seleção. Não tenho dúvida de que eles virão com tudo, então temos que ficar muito concentrados", ele disse a repórteres.

A Argentina tem dois pontos e está em terceiro no grupo A. A Colômbia, com quatro pontos, tenta antecipar sua classificação contra a Bolívia jogam neste domingo, às 16, em Santa Fé.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.