Técnico ficou satisfeito com o desempenho do time e disse que o jogador do Fla "deixou uma imagem boa"

Na derrota contra a Alemanha , no mês passado, Mano Menezes observou pela primeira vez, desde que assumiu a seleção brasileira , uma inferioridade em relação a um adversário. Não havia como esconder. Já nesta segunda-feira, o treinador retomou o velho discurso e destacou que seu time foi muito melhor em relação a Gana, um rival que veio fragilizado pelo desfalque de seu principal atacante (Gyan), sofreu uma expulsão ainda na etapa inicial e foi derrotado apenas por 1 a 0 .

"Gostei do jogo como um todo, eu já esperava a demora para encaixar, como sofremos contra a Alemanha. Mostra que ainda precisamos evoluir, aprender em cima de cada jogo. Enfrentamos um adversário de qualidade, soubemos construir a vitória. Tivemos uma ampla superioridade, parece que o Júlio César não fez uma defesa", observou.

Entre os pontos positivos, Mano Menezes analisou com carinho a volta de Ronaldinho Gaúcho à seleção brasileira. No fim do ano passado, o treinador havia convocado o meia na derrota contra a Argentina. Ele pôde perceber uma grande diferença em relação ao estado físico do atleta.

"O Ronaldo está melhor atleticamente, é possível ver isso. Em função da melhora, conseguiu fazer valer a diferença técnica. Se procurarmos os lances, vamos vê-lo presente em vários deles. Ele deixou uma imagem boa, os últimos minutos foram os melhores", destacou.

Além de Ronaldinho, Mano Menezes ficou satisfeito com outras peças testadas contra Gana. "Precisamos de um acréscimo da individualidade, como também ocorreu com o Marcelo (lateral esquerdo) e o Fernandinho (meio-campista)", citou.

A boa fase de Ronaldinho já lhe rendeu outra convocação. O camisa 10 foi chamado para os amistosos do Brasil contra a Argentina, nos dias 14 e 28 de setembro, com um time formado apenas por atletas que atuam no país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.