Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano terá que conciliar preparação para Copa América com oba-oba

Amistoso contra a Romênia, na despedida de Ronaldo, já terá convocados para competição. Técnico tem grupo quase fechado

Marcel Rizzo, enviado iG a Londres |

Mano Menezes e a comissão técnica da seleção brasileira decidiram convocar os jogadores que disputarão a Copa América em julho, mesma lista que servirá para os amistosos contra a Holanda, dia 4 de junho em Goiânia, e Romênia, 7 de junho em São Paulo. Mas neste jogo está marcada a despedida de Ronaldo com a camisa do Brasil. Em meio à preparação para sua primeira competição oficial, Mano terá que lidar com um jogo festivo – o agora ex-atacante atuará aos menos 45 minutos no Pacaembu.

“Vamos ter cuidado para festejar e para o trabalho de preparação não ser prejudicado. Estamos nos despedindo de um dos maiores jogadores do futebol brasileiro e quando convidamos alguém para ir à nossa não vamos tratar mal. Mas a Romênia não tem nada a ver com isso e vai jogar para ganhar”, disse Mano Menezes.

O problema é que Ronaldo está empolgadíssimo com a possibilidade de fazer mais uma, ou até duas partidas pela seleção. Durante a transmissão de Brasil e Escócia, neste domingo, ele disse ao locutor Galvão Bueno que se Mano precisar para o jogo de Goiânia pode contar com ele também. Não há a mínima chance, porém, de o treinador escalá-lo nessa partida, revanche da eliminação na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

O iG apurou que Mano Menezes foi consultado por Ricardo Teixeira sobre a data ideal da despedida de Ronaldo. O jogo teria que ser no Brasil, pois não seria possível realizar em outra data Fifa em 2011 já que a entidade só permite um deslocamento de continente por ano para a maioria dos convocados das seleções – no caso do Brasil, da Europa para a América do Sul. Mano deu o aval, mas só para o jogo contra a Romênia. Em agosto, setembro, outubro e novembro o Brasil não jogará no país.

O planejamento é que Ronaldo treine por um período de um mês antes dos duelos no centro de treinamento do Corinthians, que será a casa do Brasil nesses amistosos. Ele fará trabalho físico e técnico, com profissionais do clube, já que ainda tem contrato vigente, e prometeu a Mano estar em forma razoável - bem diferente portanto da que apareceu de terno em Londres, homenageado antes da partida entre brasileiros e escoceses, aparentando ter ganhado mais peso desde a aposentadoria, em fevereiro.

O grupo

Mowa Press
Elano foi elogiado por Mano e deve aparecer na lista da Copa América
Ronaldo será “corpo estranho” em um elenco que Mano Menezes tem praticamente definido para a Copa América. Uma mescla de jovens jogadores, coma atletas mais experientes que pareciam fadados a não jogar mais na seleção depois do fracasso na Copa de 2010, como os zagueiros Lúcio e Luisão.

“Temos agora dois meses para analisas esses primeiros seis jogos que fizemos à frente da seleção e fechar o grupo”, disse Mano Menezes, que venceu quatro jogos (EUA, Irã, Ucrânia e Escócia) e perdeu dois (Argentina e França).

Ao menos 19 jogadores têm passaporte praticamente carimbado para a Argentina:
Goleiros: Júlio César, Victor e Jefferson
Laterais: Daniel Alves, Maicon e André Santos
Zagueiros: Lúcio, Luisão, Thiago Silva e David Luiz
Meio de campo: Lucas Leiva, Ramires, Sandro, Elias e Paulo Henrique Ganso
Atacantes: Robinho, Alexandre Pato, Neymar e Nilmar

O lateral-esquerdo Marcelo se machucou mais uma vez antes de um amistoso o que frustrou Mano, que pode dar chance a outro jogador. Ganso está voltando a jogar no Santos depois de operar o joelho e só fica de fora se tiver problema físico. O garoto Lucas, do São Paulo, pode jogar o Mundial sub 20, na Colômbia, que acontece logo depois da Copa América.

As cinco dúvidas de Mano seriam no meio de campo. Vários jogadores foram testados, muitos não agradaram. Elano foi elogiado depois da vitória sobre a Escócia e pode aparecer. Ronaldinho Gaúcho, se estiver bem no Flamengo, e até Kaká, se engrenar no Real Madrid, têm chance ainda.

Mano viaja em abril para a Argentina, onde fará uma vistoria do campo do hotel Sofitel, na cidade de Los Cardales, a 60 km de Buenos Aires e onde será a sede fixa da seleção na competição. Nesta segunda e terça ele permanece em Londres para observar possíveis locais de treino durante a Olimpíada de 2012.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG