Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano privilegia Ronaldinho e inverte posição de Neymar em treino

Ganso, Neymar, Leandro Damião e Ronaldinho Gaúcho formaram o ataque da seleção no coletivo deste sábado

Gazeta |

Mowa Press
Ronaldinho Gaúcho cobra escanteio no treino
A novidade do coletivo da seleção brasileira neste sábado foi o posicionamento dos titulares: Ronaldinho Gaúcho passou a atuar na esquerda, como gosta, forçando Neymar a jogar do outro lado. A atividade no centro de treinamento do Fulham, em Londres, a penúltima antes do amistoso de segunda-feira contra Gana, reforçou a confiança que o treinador deposita em um dos goleadores e principais jogadores do Brasileirão. Pouco fez diferença o fato de Neymar ser o artilheiro do Brasil sob o comando de Mano, com seis gols.

O técnico repetiu o quarteto ofensivo com Paulo Henrique Ganso na armação e Leandro Damião como referência na frente. Ronaldinho, como já havia ocorrido nos últimos minutos do treino de sexta-feira, posicionou-se pela esquerda com liberdade para dominar a bola e centralizar, forma em que mais se destacou desde os tempos em que foi eleito o melhor jogador do mundo, pelo Barcelona, em 2004 e 2005.

Neymar, que se acostumou a atuar assim sempre com Mano Menezes e no Santos, foi deslocado para jogar na direita, centralizando, como fez Robinho nas oportunidades que recebeu como titular do treinador da seleção brasileira. O autor do único gol da atividade, porém, não foi um atacante: Ganso acertou chute que superou o goleiro Jefferson.

Em relação a nomes, nenhuma novidade entre os titulares. Os preferidos de Mano, que devem começar a partida contra os ganeses, são Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, Lúcio e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Ganso; Neymar, Leandro Damião e Ronaldinho Gaúcho. O técnico parou o treino diversas vezes para ajustar o posicionamento, com atenção especial às bolas paradas.

Sem convocar ninguém para os lugares de Robinho e Adriano, cortados por contusão, Mano Menezes foi obrigado a usar o auxiliar técnico Sidnei Lobo entre os reservas neste sábado. Lobo, que atuou como volante de Fluminense e São Paulo antes de se aposentar, aparentou bastante cansaço após os 30 minutos de treinamento, mas não comprometeu. O auxiliar e fiel escudeiro de Mano foi escalado em um time formado por Jefferson (Fábio); Danilo, Dedé, David Luiz e Luiz Gustavo; Sidnei Lobo, Ralf, Elias e Lucas; Alexandre Pato e Hulk.


Leia tudo sobre: seleção brasileiraronaldinho gaúchoneymar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG