David Luiz e Luisão devem repetir parceria que fizeram no Benfica. Companheiros de Porto, Hulk e Kléber, também podem jogar juntos

Com mais de mil torcedores presentes no Estádio Nacional Augustin Monedam e muita festa nas arquibancadas, a seleção brasileira realizou o primeiro dos dois treinos programados até o duelo diante do Gabão, que será realizado nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), diante da seleção local. Nessa atividade, o técnico Mano Menezes esboçou o time que deve começar jogando.

Contando com apenas 20 jogadores, já que Kaká e Marcelo foram desconvocados por conta de lesão , e Luiz Gustavo, que não viajou por não ter tomado a vacina contra a febre amarela, o comandante da seleção ainda deixou Thiago Silva fora do treinamento por conta da estafante sequência de jogos na temporada.

Para formar a dupla de zaga com David Luiz, a aposta foi Luisão, que jogou com ele no Benfica até se transferir para o Chelsea na metade da última temporada. "Provavelmente vou usar no primeiro jogo o Luisão e o David Luiz. Usei muito o Thiago Silva, ele jogou todas as partidas conosco e precisamos dar condição para os outros jogadores, ver o desempenho e permitir a recuperação do Thiago Silva. Acho importante fazer isso para não perder jogadores agora, o que significaria um prejuízo no futuro", justificou Mano.

De olho no entrosamento, cuja ausência resultou na vitória magra por 1 a 0 sobre a Costa Rica em outubro, a seleção brasileira deve ter em campo o ataque do Porto , equipe que mais teve jogadores convocados para os amistosos contra Gabão e Egito, formado por Kléber e Hulk.

Depois de um trabalho de ataque e defesa em que dividiu o grupo em dois, o técnico Mano Menezes praticamente definiu o time que entra em campo na quinta-feira, com três volantes e três atacantes: Neto; Fábio, Luisão, David Luiz e Adriano; Lucas Leiva, Fernandinho e Hernanes; Willian, Hulk e Kléber.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.