Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano Menezes diz que Neymar "acordou" Ronaldinho Gaúcho

Técnico da seleção brasileira disse que o time precisa melhorar e explicou a convocação do meia-atacante do Flamengo

iG São Paulo |

AE
Neymar e Ronaldinho se abraçam no jogaço entre Santos e Flamengo
O técnico Mano Menezes admitiu neste domingo que a seleção brasileira está "mal" e que precisa trabalhar muito para se tornar realmente competitiva, como Espanha e Alemanha são atualmente. "Essas duas seleções estão melhores que o Brasil e o último amistoso deixou isso bem claro ", declarou o técnico em entrevista à "Rede Globo".

Apesar do mau momento da seleção, Mano Menezes disse que tem certeza que nos três anos que restam para a Copa do Mundo é "possível" colocar a sua equipe em um nível igual ou superior ao das potências atuais. O treinador também falou sobre o recente fracasso na Copa América, quando o Brasil foi eliminado pelo Paraguai nas quartas de final após o vexame nas cobranças de pênaltis. 

"Não estou decepcionado, mas acho que poderíamos ter ido mais longe nessa Copa América", disse o técnico, que admitiu que "faltou algo na seleção". Mano também comentou a convocação de Ronaldinho Gaúcho para o amistoso contra Gana , que será disputado em Londres, no dia 5 de setembro. O técnico considerou que "não é exagerado" pensar que o jogador do Flamengo possa ser a "esperança" do Brasil para a próxima Copa do Mundo.

"Falta um jogador experiente na seleção. Por isso trazemos o Ronaldinho, pois é importante ter essa referência técnica, que faz diferença tanto no comportamento do nosso grupo quanto no respeito que o adversário tem. Ele não teve grandes lesões, tem uma enorme qualidade técnica e parece ter encontrado seu ponto novamente", afirmou.

Mano ainda disse que Ronaldinho reagiu, principalmente, por ver o bom desempenho de Neymar pelo Santos. "Aquele foi um dos grandes jogos do futebol brasileiro nos últimos anos (Santos 4 x 5 Flamengo). Acho que um jogador mexeu com o brio do outro. Ficou claro que, ao ver Neymar tendo grande atuação, Ronaldinho pensou: 'tenho condição de dar uma resposta'. Foi importante demais sentir a resposta positiva do Ronaldinho, foi o que a gente estava esperando dele desde sua volta ao futebol brasileiro", avaliou o técnico.

Consciente que os maus resultados pesam no ânimo da torcida e da imprensa, Mano também pediu calma a todos. "Dizem muitas coisas tolas quando falam de futebol e, sobretudo, quando perdemos. Por isso, o melhor é um pouco de calma e de carinho com a seleção", finalizou.

AE
Neymar e Ronaldinho se abraçam no jogaço entre Santos e Flamengo

*Com EFE

Leia tudo sobre: seleção brasileira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG