Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano Menezes diz já ter base do time da Copa América

Técnico acredita que até 80% dos jogadores que já foram convocados estarão no torneio em julho

Paulo Passos e Vicente Seda, iG Esporte |

Após cinco convocações e quatro jogos disputados, Mano Menezes acredita já ter chamado cerca de 80% dos jogadores da seleção brasileira que estarão na Copa América. O torneio na Argentina, em julho, será a primeira competição oficial do técnico no comando do Brasil.

“Estamos utilizando de 70 a 80% dos jogadores que estarão na Copa América. Essa é a primeira etapa de uma competição oficial que vai nos dar uma perspectiva para frente”, afirmou o treinador, que divulgou nesta terça-feira a lista dos convocados para a o amistoso contra a França. Apenas atletas que atuam na Europa foram chamados. O jogo será disputado em Paris.

Sob o comando de Mano Menezes, a seleção disputou apenas amistosos. O time enfrentou Estados Unidos, Irã, Ucrânia e Argentina. Além disso, passou uma semana treinando em Barcelona, em setembro.

O técnico acredita que um torneio oficial como a Copa América serve como parâmetro para avaliar os jogadores. “É importante ter a competição. Às vezes alguns não confirmam, e outros crescem. É bom termos parâmetros bem altos em termos de exigência. O fato de não jogarmos a eliminatória cria uma mudança na preparação. Você passa a ter necessidade de ter esses compromissos mais fortes, sob pena de chegar a uma reta final sem os parâmetros necessários”, afirmou.

nullAlém da Copa América, o Brasil já tem três amistosos confirmados para 2011: França, em fevereiro, Alemanha, em março, e Holanda, em junho. Os locais dos últimos dois jogos ainda não foram definidos, mas o certo é que a partida contra os holandeses ocorrerá no Brasil.

Antes de embarcar para Paris em fevereiro, Mano Menezes irá ao Peru para acompanhar o Sul-Americano sub 20. O objetivo do técnico é analisar o desempenho dos jogadores comandados por Ney Franco.

Em entrevista coletiva, Mano evitou avaliar o desempenho do time de Neymar e companhia que disputa o torneio classificatório para o Mundial sub 20 e para as Olimpíadas de Londres. “Não vou dizer o que estou gostando ou não, não acho que seja papel do técnico da seleção fazer essa análise de forma pública. O trabalho é comando do Ney, está indo bem, é claro que oscila um pouco. A seleção produziu bem em termos ofensivos. Criou muitas chances, mas deixou escapar a maioria delas, e acabou castigada. É um aprendizado para que em um momento decisivo essas quedas não aconteçam”, disse o técnico, que permanecerá no Peru até o início do hexagonal, que decidirá os dois classificados para a Olimpíada.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG