Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano Menezes deixa de lado queridinhos na seleção

Sete jogadores foram convocados em todas as listas, mas alguns como André Santos perdem espaço

Marcel Rizzo, enviado iG em Londres |

Mowa Press
André Santos brinca com a bola durante treino na sexta-feira
Mano Menezes está largando seus jogadores preferidos. Desde que fez a primeira convocação, em agosto, sete jogadores apareceram nas sete listas. Destes, quatro permanecem com o titulares e jogam contra a Escócia em amistoso neste domingo, em Londres (10h de Brasília). Um, Alexandre Pato, foi cortado por lesão, mas outros dois, estes queridinhos do treinador, perderam vaga: André Santos e David Luiz são hoje reservas.

“O David fez bons jogos e está adaptado. A zaga é uma posição que é preciso treino e eu pretendo testar combinações com outras duplas”, disse Mano Menezes. Lúcio, 32 anos, capitão na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, jogará neste domingo ao lado de Thiago Silva. Os convocados sempre até agora foram Alexandre Pato, André Santos, Daniel Alves, David Luiz, Lucas Leiva, Ramires e Thiago Silva.

Mano assumiu e como depois de qualquer fracasso em Mundial, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Na primeira convocação que o treinador fez para vencer os EUA por 2 a 0, em Nova Jersey, eram quatro remanescentes da Copa – Daniel Alves, Ramires, Thiago Silva e Robinho. Os três primeiros seguiram em todas as listas, já Robinho ficou fora desta última porque, segundo Mano, precisava de descanso.

Para o jogo contra a Escócia já foram nove jogadores que jogaram na África chamados, entre eles Lúcio, Maicon e Luisão, atletas que terão mais de 30 anos em 2014, ano da Copa no Brasil. “Renovação de 50%, um pouco mais, em oito meses de trabalho eu acho bom. Mas você não pode fechar os olhos para jogadores importantes, nunca”, disse Mano Menezes.

Vaga

Elias, por exemplo, esteve fora somente de uma convocação, justamente a primeira. Mano o conhece muito bem do Corinthians, clube no qual trabalharam juntos no Brasil. O jogador vinha sendo titular, mas a dupla de volantes do técnico agora parece ser Lucas Leiva e Ramires. Mais um preferido que perdeu espaço (apesar de Mano adorar Lucas, jogador que dirigiu no Grêmio).

Mowa Press
Pancada no tórax pode tirar Marcelo da partida de domingo
André Santos, figurinha carimbada na lateral esquerda, foi para a reserva nos dois primeiros treinamentos em Londres. Marcelo assumiu a posição, isso depois de uma rusga com Mano por ter pedido desligamento em setembro de 2010, para a semana de treinos em Barcelona (não teve jogo). Ele alegou lesão, mas na semana seguinte entrava em campo pelo Real Madrid.

Em grande fase na Espanha, Mano relevou o fato e o convocou novamente e desta vez para ser titular. O azar de Marcelo: uma pancada no tórax no coletivo de sexta-feira. Ele é dúvida para a partida.

Dos “sete homens de Mano”, dois parecem intocáveis: o já citado Thiago Silva e o lateral-direito Daniel Alves. O atleta do Barcelona, com Dunga, era reserva de Maicon e jogou até de meio de campo. Com Mano é titular e apesar do retorno do “rival” da Inter de Milão, Alves continua entre os titulares – causando até certo desconforto em Maicon, que imaginou que voltaria ao time como Lúcio, entre os titulares.

“Não tem preferidos. Tem uma base já formada e isso é importante para qualquer trabalho”, disse Mano Menezes. Os jogadores chamados para enfrentar a Escócia devem realmente formar a base da Copa América, competição que será disputada em julho, na Argentina.

Leia tudo sobre: seleção brasileira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG