Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mano e Robinho ajudam a eleger Messi como melhor do mundo

Técnico e capitão da seleção brasileira votaram no atacante do Barcelona, algoz do Brasil no último amistoso contra a Argentina

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

O técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, e o capitão da equipe nacional, Robinho, deixaram a rivalidade Brasil-Argentina de lado e votaram em Lionel Messi como melhor jogador do mundo. O atacante do Barcelona levou a Bola de Ouro pelo segundo ano consecutivo com 22,65% das escolhas de técnicos e capitães. Entre os outros concorrentes finais, Andrés Iniesta teve 17,36% dos votos, enquanto Xavi Hernández ficou bom 16,48%.

Mano e Robinho foram vítimas de Messi no último jogo entre Brasil e Argentina, no dia 17 de novembro. Na partida realizada em Doha, no Catar, La Pulga (como é conhecido Messi em seu país) foi responsável por marcar o gol da vitória argentina no amistoso. Foi a primeira derrota de Mano Menezes no comando da seleção brasileira. Antes do fatídico encontro com Messi, o técnico havia comandado a equipe em triunfos sobre Estados Unidos (2 a 0), Irã (3 a 0) e Ucrânia (2 a 0).

[]Robinho, porém, já levou a melhor sobre Messi diversas vezes com a camisa da seleção brasileira, tanto em eliminatórias sul-americanas quanto na última Copa América, por exemplo. Quando se transferiu para o Real Madrid, em 2005, o brasileiro viu o surgimento de Messi, então um garoto franzino que havia estreado profissionalmente em 2004. O argentino, à época, era o camisa 30 de um Barcelona cujas estrelas eram Ronaldinho Gaúcho e Deco. Atualmente, Messi é o camisa 10 e principal jogador da equipe, além de duas vezes melhor do mundo.

Mano Menezes e Robinho também se igualaram nos votos para melhor técnico do mundo: ambos votaram em José Mourinho. Com a Inter de Milão, o português foi campeão do Campeonato Italiano, da Copa da Itália e da Liga dos Campeões da Europa na temporada 2010/11, conquistado a chamada "tríplice coroa". Após o ano vitorioso, ele se transferiu para o Real Madrid, da Espanha.

Leia tudo sobre: Mano MenezesRobinhoLionel MessiFutebol MundialArgentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG