Treinador rejeitou nervosismo dos jogadores nas quatro cobranças desperdiçadas na eliminação da Copa América

Os jogadores brasileiros não estavam nervosos nas cobranças de pênaltis, disse o técnico Mano Menezes nesta segunda-feira. O treinador concedeu uma entrevista um dia depois da eliminação na Copa América para o Paraguai, quando o Brasil perdeu todas as quatro cobranças na decisão por penais após empate por 0 a 0 (os paraguaios marcaram dois gols).

“Não acho que tenha faltado emocional. O jogador brasileiro tem mais técnica para bater o pênalti, alguns batem forte, mas também erram. No jogo da Argentina foi batido um pênalti forte (Tevez) e houve o erro”, disse o treinador. “Treinamos pênaltis, os que bateram foram os que tiveram melhor aproveitamento, mas não podemos analisar o resultado por essas cobranças”, disse o técnico Mano Menezes.

Elano, André Santos e Fred chutaram para fora e Thiago Silva teve a cobrança defendida por Justo Villar. No treinamento de sábado pela manhã, Mano fez um treinamento discreto, longe das câmeras e não foi possível analisar o desempenho dos jogadores. Mano voltou a falar novamente do buraco que atrapalhou aos atletas e que foi fotografo pelo iG depois da partida.

MiGCompLinks_C:undefined “A grama estava saindo, como todos puderam ver, e tinha um buraco. Sei que para o adversário também estava ruim, mas, como já disse, o brasileiro tem uma técnica mais apurada para bater”, afirmou o treinador.

Alguns jogadores já deixaram a concentração na cidade de Los Cardales, a 60 km de Buenos Aires, e retornaram ao Brasil na madrugada desta segunda-feira (os atacantes Fred, Robinho, Pato e Neymar, o goleiro Julio Cesar, os zagueiros Luisão, David Luiz e Thiago Silva, os meio-campistas Elano e Elias e o lateral-direito Maicon). O restante segue, junto com a comissão técnica, para o Brasil nesta tarde.

Seleção fracassa nas cobranças de pênalti. Veja fotos da partida em La Plata:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.