Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manipulação de resultados tira Fenerbahce da Liga dos Campeões

Uefa pediu a saída do time e chegou a ameaçar a Federação Turca de Futebol de punições caso nenhuma medida fosse tomada

EFE* |

Reuters
Fenerbahce posa com o troféu de campeão turco
Atual campeão turco, o Fenerbahce não participará da Liga dos Campeões devido à suposta participação num escândalo de manipulação de resultados no país que já prendeu 30 pessoas, adiou o início do Campeonato Turco e fez o Besiktas devolver a taça de campeão da última Copa da Turquia. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pela TFF (Federação de Futebol da Turquia) em comunicado de imprensa.

Clube dos brasileiros André Santos, Cristian e Alex, e atual campeão turco, o Fenerbahce é um dos principais suspeitos de terem participado do esquema de resultados. A equipe corre, inclusive, o risco de perder o título e cair para a segunda divisão.

A decisão de impedir a participação do Fenerbahce na principal competição europeia foi tomada pela TFF, a pedido da Uefa, que ameaçou a Federação turca com punições se não fossem tomadas medidas contra a suposta participação do clube no escândalo. O substituto será o Trabzonspor, vice-campeão turco da temporada passada.

Segundo o comunicado, na terça-feira a Uefa enviou um aviso à federação declarando que "ou o Fenerbahce não participa da Liga dos Campeões ou a TFF o impede". "Se não cumprir uma das duas opções, a Uefa disse que iniciaria uma investigação disciplinar por sua conta e puniria a Federação de Futebol da Turquia, ou seja, o nosso país", diz o comunicado.

De acordo com a versão dos fatos apresentada pela Federação, o Fenerbahce foi informado da situação, mas se negou a se retirar por sua conta da Liga dos Campeões.

A exclusão do Fenerbahçe ocorre um dia antes do sorteio das chaves na Liga dos Campeões, que será realizado em Mônaco na quinta-feira. Ainda não se sabe como a Uefa escolherá um substituto para o time turco.

A decisão ocorre também na mesma semana em que o inspetor-chefe da seção disciplinar da Uefa, Pierre Cornu, visitou a Turquia para conversar com dirigentes locais sobre a manipulação de resultados. Na semana passada, a federação turca adiou a decisão sobre possíveis punições aos suspeitos de corrupção no esporte do país.

*com Agência Estado

Leia tudo sobre: futebol mundialturquiafenerbahce

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG