Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mancini reclama de maratona de jogos do Manchester City

Após enfrentar o Liverpool, no domingo, pelo Campeonato Inglês, o time volta a atuar nesta terça-feira, diante do Arsenal

Gazeta |

Reuters
Manchester City começa a sofrer efeitos da maratona enfrentada por um clube grande
A desgastante sequência de jogos vivida pelo Manchester City fez com que o técnico Roberto Mancini fizesse duras reclamações. Após enfrentar o Liverpool, no domingo, pelo Campeonato Inglês, o time volta a atuar nesta terça-feira, diante do Arsenal, em jogo das quartas de final da Copa da Liga Inglesa.

O tempo curto para recuperação dos jogadores que empataram o clássico, por 1 a 1, fizeram com que Mancini decretasse: o City deverá jogar com uma equipe totalmente diferente, com 11 jogadores reservas.

VEJA MAIS: Beckham minimiza City e aposta no experiente United para faturar Inglês

"O Arsenal jogou no sábado, nós jogamos no domingo. Na segunda viajamos para Londres, e jogaremos na terça à noite. É incrível. Esse é o motivo pelo qual a seleção chega na Eurocopa e Copa do Mundo e eles [jogadores] estão 'morrendo'", cutucou o comandante.

"Os jogadores não têm tempo para recuperação. Jogar assim, dois dias depois de outra partida, sendo que recentemente passamos por um jogo de Liga dos Campeões, é algo incrível", continuou Mancini, que vê como necessário um período de três dias entre um jogo e outro para recuperar seus atletas.

Apesar do calendário apertado, o City tem conseguido bons resultados neste início de temporada. No Inglês, a equipe lidera após 13 jogos, com uma campanha de 11 vitórias e dois empate e cinco pontos de vantagem para o rival Manchester United, vice-líder.

Na Carling Cup, o time briga por uma vaga nas semifinais com o Arsenal, enquanto na Liga dos Campeões a situação é mais complicada: faltando uma rodada para o final da primeira fase, a equipe está na terceira colocação do Grupo A e não depende apenas de suas forças para avançar às oitavas de final.

Leia tudo sobre: manchester cityinglaterrafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG