Treinador não admite poupar atletas na reta final do Mineiro e nem nos primeiros jogos da Copa do Brasil

Muitos treinadores têm os Campeonatos Estaduais como um "laboratório" em que são feitos testes no time, com chances para muitos reservas. No Cruzeiro , o técnico Vágner Mancini parece não concordar muito com essa teoria. O treinador tem mantido uma base em seu time e promete força máxima tanto no Mineiro quanto na Copa do Brasil.

Leia também: Com dois amarelos, Montillo não será poupado contra o Boa

A escalação do Cruzeiro não tem variado muito ultimamente: Fábio; Marcos, Léo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira e Montillo; Wallyson, Anselmo Ramon e Wellington Paulista. Os reservas estão recebendo chances apenas em casos de lesões ou suspensões, sendo que alguns atletas do grupo de 27 jogadores ainda não foram utilizados em 2012.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O treinador acha importante dar mais chances aos reservas. "Se tivermos chances, vou colocar mais os reservas. Grupo merece isso, tenho 27 atletas e vários não atuaram. Isso se deve ao fato de que ninguém tem se lesionado, as suspensões também foram raras. Quando puder dar essas chances, faremos. Você fortalece o grupo, acirra a competitividade entre eles", explicou o treinador.

Apesar de prometer essas chances, Mancini usará força máxima tanto na reta final do Mineiro quanto na Copa do Brasil. "A intenção é colocar o time mais forte em todos os jogos, nem que isso custe perder algum atleta. Por isso temos um elenco. A camisa é muito forte para entrar com um time desfigurado, colocando em risco a Copa do Brasil ou Mineiro", declarou o treinador.

Lição do passado
Em 2010, o então técnico Adilson Batista decidiu poupar seus titulares na semifinal do Mineiro contra o Ipatinga por conta da disputa da Libertadores. O resultado foi uma tragédia, já que o time celeste foi eliminado em pleno Mineirão e viu o Atlético-MG se sagrar campeão posteriormente.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a decisão de Vágner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.