Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mancini não se incomoda com cobranças da torcida do Cruzeiro

Treinador foi chamado de "burro" e ouviu pedidos para a contratação de Vanderlei Luxemburgo

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Quem vê o placar de 4 x 2 para o Cruzeiro sobre o Nacional de Nova Serrana pode pensar que foi uma partida tranquila para o time celeste. Mas a situação chegou a ficar complicada em Divinópolis e a torcida cobrou muito o técnico Vágner Mancini, chegando a pedir a contratação de Vanderlei Luxemburgo.

Leia também: Wallyson chora ao voltar a marcar um gol pelo Cruzeiro

Desde que Luxemburgo foi demitido do Flamengo e o Cruzeiro não tem mostrado um bom futebol em 2012, o técnico Vágner Mancini está sendo obrigado a conviver com a "sombra" do colega de profissão. Quando o Cruzeiro perdia para o Nacional por 2 x 1, Mancini foi chamado de "burro" e a torcida pediu Luxemburgo no comando técnico.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Em sua coletiva depois da partida, Vágner Mancini ironizou as cobranças. "Estou achando que está até dando sorte (gritos pedindo Luxemburgo). Sempre que quiserem gritar, que fiquem à vontade. Se virarmos o resultado como foi contra o Nacional, ótimo", disse o treinador do Cruzeiro.

Apesar das dificuldades na partida, o técnico não acha que a virada em Divinópolis é fruto da sorte. "Foi competência do time. Não podemos dizer que uma virada dessa é sorte. Aconteceram coisas diferentes, mas fizemos nossa melhor apresentação. Erramos feio em dois lances e dificultamos um jogo fácil", explicou o treinador.

Passado
Em 2003, Vanderlei Luxemburgo entrou para a história do Cruzeiro e do futebol brasileiro ao comandar o Cruzeiro em uma temporada ímpar. No mesmo ano, o time venceu o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão, completando a chamada "Tríplice Coroa".

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a "sombra" de Luxemburgo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG