Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mancini exalta a força ofensiva do Atlético-MG depois de goleada

Mesmo com as saídas dos artilheiros do time em 2010, meia-atacante ressalta a qualidade de quem ficou

AE |

selo

Primeiro Obina. Depois, Diego Tardelli. No início da temporada, o Atlético-MG tinha um dos ataques mais respeitáveis do País, mas perdeu os seus dois titulares. Antes mesmo de poder estrear Guilherme, reforço contratado junto ao Dínamo de Kiev, o time mineiro já recuperou o status do seu setor ofensivo.

Lateral-direito de origem, Mancini passou a atuar mais à frente em sua passagem pela Itália e agora é titular do ataque atleticano. Ele elogia a qualidade dos companheiros. "O ataque foi uma das posições em que mais saíram jogadores e o grupo superou isso. O Magno Alves é o artilheiro do time no Campeonato Mineiro e um dos principais artilheiros da competição, isso comprova a força do grupo e dos jogadores de ataque que aqui estão, como Ricardo Bueno, Neto Berola e eu", analisou o jogador.

No domingo, na última rodada da fase de classificação do estadual, o Atlético-MG atropelou o América de Teófilo Otoni por 7 a 1, em Sete Lagoas. O resultado eleva a moral do time, que disputa as semifinais do Mineiro contra o América-MG .

"Foi uma vitória com placar muito elástico, que muitos não acreditavam. Esse resultado tem que servir de estimulo, mas precisamos ter clama e pés no chão. Estamos crescendo em um momento muito bom, reta final do campeonato, e vamos trabalhar com essa humildade, essa simplicidade, e entrar com tudo nesta reta final. É de fundamental importância largar bem nesse primeiro duelo", comentou Mancini.

Como já está eliminado da Copa do Brasil, o Atlético-MG treina durante toda a semana e só volta a campo no domingo, em Sete Lagoas, no clássico contra o América-MG.

Leia tudo sobre: ManciniAtlético-MGCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG