Time de Campinas acumula números negativos nos últimos jogos do Brasileiro, mas não tiram o otimismo do técnico

Oito jogos sem vitórias, cinco jogos sem marcar gols, oito derrotas seguidas fora de casa. Nem mesmo estes números negativos tiram o otimismo do técnico do Guarani, Vágner Mancini.

Apesar do empate sem gols contra o Atlético-MG, na quarta-feira, o treinador acredita que o time pode brigar por uma vaga na Copa Sul-Americana, apesar da preocupação constante para se afastar da zona do rebaixamento.

"Se não conseguimos a vitória contra o Atlético, que ela venha no domingo [do duelo contra o Palmeiras]", disparou Mancini. "Estou confiante de que vamos chegar ao nosso objetivo que é a classificação para a Copa Sul-Americana", completou, descartando comentar sobre a séria ameaça de rebaixamento.

Com o empate em casa, o Guarani se manteve fora da zona de rebaixamento. Ocupa a 16.ª colocação, com 36 pontos, um a mais que o próprio Atlético, primeiro clube na zona de rebaixamento.

Para escapar da queda sem depender de resultados, o Guarani precisa terminar com 44 ou 45 pontos. Ou seja, precisa vencer três de seus últimos cinco jogos. Isso o obriga a encerrar um jejum de 13 jogos sem vitórias longe do Brinco de Ouro. O próximo adversário é o Palmeiras, domingo, na Arena Barueri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.