Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mancini classifica como farsa acusação de crime sexual na Itália

Segundo imprensa italiana, jogador do Atlético-MG teria se aproveitado de brasileira que conheceu em festa dada por Ronaldinho

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

No início da tarde, a imprensa italiana divulgou que o meia Mancini, do Atlético-MG, é investigado pela Procuradoria de Milão por crime sexual e lesão corporal contra uma brasileira, conhecida da música e da televisão do Brasil. Logo sabendo do ocorrido, o jogador fez questão de fazer um pronunciamento aos jornalistas presentes na Cidade do Galo. Sem abrir espaço para perguntas, Mancini classificou como farsa o que foi relatado na Itália.

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Mancini: "Nunca criei problemas fora de campo"
“Fiquei sabendo durante o treinamento o que vazou na imprensa italiana. Fico decepcionado, chateado. Tenho 13 anos de carreira e isso só me entristece, pela minha família, esposa, filha, mãe e amigos. Fico muito chateado e magoado", começou o meia.

"Estou com a consciência tranquila. Tenho coisas valiosas, mas a coisa mais importante é a minha família. Nem viria falar, mas neste momento venho pronunciar, venho para esclarecer essa farsa que aconteceu. Mas dentro de campo não vai influenciar em nada. Na minha carreira eu sempre dei bons exemplos, sou referência, o meu histórico está aí“, complementou.

Segundo o jornal La Gazzeta Dello Sport, o jogador brasileiro teria se aproveitado da compatriota que estava bêbada e estado de semiconsciência. O fato teria ocorrido entre os dias 8 e 9 de dezembro, do ano passado, em Milão. A brasileira envolvida não teve o nome divulgado e teria conhecido Mancini, na época defendendo a Internazionale, em uma festa promovida por Ronaldinho Gaúcho, ainda em atividade pelo Milan.

Leia tudo sobre: manciniatlético-mgitáliaronaldinho gaúchoacusação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG