Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mancini aplaude golaço de Rooney e praticamente descarta título

Treinador elogiou a postura do Manchester City no clássico, mas destacou vantagem do rival na liderança

Gazeta |

O clássico de Manchester, realizado neste sábado no estádio Old Trafford, estava empatado até os 33 minutos do segundo tempo, quando o atacante Wayne Rooney acertou uma bicicleta no ângulo esquerdo de Hart e definiu o triunfo do United por 2 a 1. Para o técnico Roberto Mancini, do City, tudo o que o seu clube podia fazer naquele momento era aplaudir o golaço do adversário.

"Quando um jogador fantástico como Rooney marca um gol como aquele, você tem que aplaudir. O lance foi incrível e ele marcou um gol fantástico", admitiu Mancini após a derrota, que deixou o City a oito pontos dos comandados de Alex Ferguson, líderes do Campeonato Inglês com 57 pontos.

Para Mancini, o desempenho de sua equipe no clássico foi digno de elogios. Segundo o italiano, o adversário se encolheu na defesa em determinado momento do jogo, o que fez com que a missão do Manchester City fosse dificultada.

"Eu lamento pelos meus jogadores, porque nós não merecíamos perder essa partida. Estou orgulhoso de meus atletas. Eles jogaram como um verdadeiro time. No segundo tempo nós controlamos o jogo e o United colocou dez jogadores atrás da bola no meio de campo", comentou.

Apesar das declarações otimistas, Mancini admitiu que a conquista do Campeonato Inglês pelo City, que não vence a competição desde 1968, ficou quase impossível.

"Ficou difícil agora. Oito pontos são (uma distância) muito neste momento. Jogamos pela Liga Europa nesta semana (contra o Aris Salônica, pela segunda fase) e é importante pensar positivo, mas este não é um bom momento para nós", afirmou.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterramanchester cityrooney

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG