Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manchester United volta a bater o Chelsea e vai à semi da Liga

Jogando em casa, Chicharito e Park fizeram os gols da equipe, com Drogba descontando para os visitantes. Ramires foi expulso

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

No duelo inglês das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, deu Manchester United. Jogando em casa, equipe comandada por Alex Ferguson voltou a derrotar o Chelsea por 2 a 1 e está na semifinal da competição.

O adversário sai do confronto desta quarta-feira entre Schalke e Inter de Milão, em Gelsenkirchen, na Alemanha. No jogo de ida, disputado na Itália, a equipe germânica fez 5 a 2 nos atuais campeões.

Durante os 90 minutos da partida realizada em Old Trafford, casa do Manchester, o Chelsea esteve melhor. Carlo Ancelotti escalou Fernando Torres e Anelka no ataque titular, deixando o marfinense Drogba no banco de reservas. Os brasileiros Ramires e Alex também começaram jogando.

Nos donos da casa, Rooney e Chicharito Hernández formaram a dupla ofensiva. E foi justamente o jovem mexicano que abriu o placar no final do primeiro tempo, após receber passe de Giggs. Na segunda etapa, com Drogba em campo, o Chelsea foi em busca do empate, apesar da expulsão de Ramires. O marfinense deixou tudo igual tocando na saíde de Van der Sar, mas, no minuto seguinte, Park marcou para os anfitriões e decretou o placar final.

Getty Images
Ramires foi expulso no segundo tempo de jogo
O jogo
Precisando vencer na casa do adversário, o Chelsea começou a partida bem melhor que o Manchester United. O primeiro lance de perigo aconteceu aos 11 minutos, quando Fernando Torres recebeu cruzamento na área e cabeceou à esquerda do goleiro Van der Sar.

Três minutos depois, o Chelsea voltou a assustar. Ashley Cole cruzou da esquerda, Torres recebeu de costas para o gol e rolou para Anelka chegar batendo de fora da área. A bola raspou a trave do arqueiro holandês e saiu. No lance seguinte, Malouda invadiu a área e tocou para Lampard chutar de primeira. Van der Sar caiu e fez a defesa.

Sem dar espaço para o Manchester, o Chelsea teve mais uma boa chance aos 22 minutos. Torres tentou chutar de esquerda, mas furou bisonhamente. A bola sobrou fora da área para Anelka, que ajeitou e finalizou com muito perigo por cima do gol.

Aos 26 minutos, numa das poucas investidas dos donos da casa, Rooney cruzou da direita e Chicharito marcou de cabeça. O bandeirinha, porém, marcou impedimento, confirmado pelo árbitro.

Antes do intervalo, aos 43 minutos, Chicharito marcou de novo. E dessa vez valeu o gol. Após boa trama pela direita, onde O'Shea deu belo passe em profundidade para Giggs, o jogador galês invadiu a área e cruzou na medida para o atacante mexicano fazer a festa em Old Trafford: 1 a 0.

No segundo tempo, Ancelotti mudou o Chelsea e colocou Drogba na vaga de Fernando Torres. Com apenas um minuto em campo, o atacante marfinense teve uma boa chance após cruzamento de Ivanovic, mas ele foi travado na hora de concluir e a bola sobrou limpa para Van der Sar.

Aos seis, Ashley Cole chegou bem pela esquerda, fez o cruzamento e, no rebote da zaga, Malouda pegou de primeira, de fora da área, mas a bola passou à direita do gol do Manchester. Cinco minutos mais tarde, Drogba apareceu de novo com eficiência ao chutar de fora da área com muito perigo, à esquerda do goleiro holandês.

Melhor no jogo, o Chelsea teve outra boa chance em cobrança de falta pela direita. Drogba chutou com força para dentro da área, Van der Sar espalmou e afastou o perigo. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro brasileiro Alex quase empatou para os visitantes. A cabeçada, porém, saiu pela linha de fundo.

AP
Chicharito, autor do primeiro gol do jogo, comemora com Rooney. Manchester classificado
Aos 23, o Manchester apareceu pela primeira vez no ataque na etapa complementar. Nani recebeu na entrada da área, pela meia esquerda, e chutou com muito veneno. O arremate foi defendido por Cech, que mandou para escanteio. Na sequência, quase Giggs marcou de cabeça, completando bom cruzamento de Rooney. O goleiro do time londrino fez a defesa.

As coisas se complicaram ainda mais para o Chelsea quando Ramires levou cartão vermelho, aos 25 minutos. O brasileiro cometeu falta por trás em Nani e, como já havia levado o amarelo no primeiro tempo, foi expulso pelo árbitro.

Mesmo com um a menos, o Chelsea continuou pressionando em busca do empate. Aos 28, Drogba recebeu na área, girou com facilidade sobre a marcação de Vidic e bateu cruzado de esquerda. Van der Sar defendeu no meio de gol.

De tanto insistir, Drogba marcou aos 32 minutos e empatou a partida. Essien fez um belo lançamento para o atacante, que dominou no peito e tocou com categoria por baixo do goleiro adversário. Mas não deu nem tempo para comemorar. Na saída de bola, Park Ji-Sung recebeu livre na área e bateu com força, cruzado, para vencer Cech e recolocar o Manchester na frente do placar.

No fim, o Chelsea teve mais um oportunidade em um chute de longa distância de Malouda, mas Van der Sar fez outra boa defesa e garantiu a vitória do Manchester United.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER UNITED 2 x 1 CHELSEA

Local: Estádio Old Trafford, em Manchester, Inglaterra
Data: 12 de abril de 2011, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Olegário Benquerença (Portugal)
Assistentes: Bertino Miranda e João Santos (ambos de Portugal)
Árbitros Assistentes: Artur Soares Dias e Carlos Xistra (ambos de Portugal)
Cartões amarelos: O'Shea e Evra (MAN); Ramires, Malouda e Terry (CHE)
Cartão vermelho: Ramires (CHE)

GOL:
MANCHESTER: Chicharito, aos 43' do 1º tempo; Park Ji-Sung, aos 33' do 2º tempo
CHELSEA: Drogba, aos 32' do 2º tempo

MANCHESTER UNITED: Van der Sar; O'Shea, Ferdinand, Vidic e Evra; Carrick, Giggs, Nani (Valencia) e Park Ji-Sung; Rooney e Chicharito Hernández. Técnico: Alex Ferguson.

CHELSEA: Cech; Ivanovic, Terry, Alex (Paulo Ferreira) e Ashley Cole; Essien, Ramires, Lampard e Malouda, Anelka (Kalou) e Fernando Torres (Drogba). Técnico: Carlo Ancelotti.

Veja fotos dos jogos desta terça-feira pela Champions :

Leia tudo sobre: Manchester UnitedChelseaInglaterraFutebol Mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG