O time de Old Trafford venceu por 2 a 1, gols de Javier Hernández e Vidic, enquanto Lampard descontou

O Manchester United não deu chance para o Chelsea neste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Inglês , e venceu por 2 a 1, em Old Trafford. Os gols foram marcados por Javier Hernández e Nemanja Vidic , enquanto Lampard descontou para os visitantes. Um empate do Manchester , nos últimos dois jogos, já garante o 19º título inglês, 12 deles sob o comando de Alex Ferguson.

O resultado levou o time a 76 pontos, seis a mais que o rival deste domingo. Para conquistar o troféu, o Chelsea precisa vencer Newcastle e Everton e torcer para o líder perder para Blackburn e Blackpool. O United pode virar o maior vencedor da Inglaterra, à frente do Liverpool, que tem 18 troféus.

A missão do Chelsea era dura, pois o Manchester havia vencido 16 dos 17 jogos que disputou em casa e empatado o outro. Antes do primeiro minuto de jogo, Hernández abriu o placar, após falha do brasileiro David Luiz e passe do coreano Park. Aos 23, Vidic cabeceou cruzamento de Giggs e ampliou. Na etapa final, Lampard aproveitou toque de cabeça de Ivanovic e diminuiu.

Longe do título inglês, a temporada deve terminar sem conquistas para o Chelsea. O cargo do técnico Carlo Ancelotti fica ameaçado, mesmo após vencer a Premier League e a Copa da Inglaterra na última campanha. O United ainda tem a final da Copa dos Campeões da Europa, contra o Barcelona, em 28 de maio.

O jogo
Com 36 segundos de jogo, o coreano Park lançou Hernández pelo centro. O brasileiro David Luiz tentou cortar, mas furou a bola. O mexicano dominou e tocou na saída de Petr Cech para abrir o placar.

O jogo era inteiro vermelho. Rooney carregou pelo meio, sem ser incomodado pelos volantes do Chelsea, e bateu da intermediária. Cech se esticou e fez boa defesa. Aos 14 minutos, linda troca de passes na saída de bola ajudou Valencia a apoiar pela direita. Rooney recebeu na entrada da área e novamente buscou o canto direito do goleiro tcheco, mas errou.

Javier Hernandez comemora com a torcida o gol marcado na vitória contra o Chelsea
AP
Javier Hernandez comemora com a torcida o gol marcado na vitória contra o Chelsea

A resposta veio com Drogba, exigindo intervenção importante de Van der Sar, mas quem balançou as redes foi o United, novamente. Park cortou da esquerda para o meio e bateu forte, conseguindo um escanteio após defesa de Cech. Giggs cobrou curto com o coreano, recebeu de volta, limpou Kalou e cruzou. Vidic se antecipou e fez o segundo de cabeça.

A resposta londrina veio também na bola parada. Malouda cobrou escanteio, Terry desviou na primeira trave e Kalou tentou de cabeça, de dentro da pequena área. No puro reflexo, Van der Sar conseguiu espalmar para o lado. Ivanovic ainda tentou de bicicleta, mas acertou apenas o lado de fora da rede.

O segundo tempo foi menos movimentado, com o Chelsea buscando continuar vivo na briga pelo título e o United administrando. Aos 20 minutos, Drogba recebeu lançamento de Ashley Cole, dominou com a perna destra e bateu cruzado com a esquerda, assustando Van der Sar. Logo na sequência, Ramires cruzou da direita, Ivanovic escorou de cabeça e Lampard diminuiu.

A resposta vermelha não demorou a acontecer. Hernández invadiu a área pela direita e tocou para trás. Cech estava batido no lance, quando Rooney finalizou meio caído, mas o brasileiro Alex, em cima da linha, conseguiu o corte.

Aos 37, Rooney foi lançado pela esquerda, driblou Cech, mas não chutou. Tentou achar Hernández. A zaga cortou, e na jogada seguinte, o camisa 10 chutou de fora da área, a bola desviou na defesa, mas o goleiro do time azul conseguiu espalmar. A última boa chance do jogo também foi do United. Valencia subiu pela direita e cruzou. Hernández interceptou a bola na pequena área, livre, mas cabeceou por cima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.