Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manchester United mantém 100% com vitória sobre o Chelsea

Equipe de Alex Ferguson lidera isolada o campeonato, com cinco vitórias em cinco jogos

Gazeta |

O Manchester United continua arrasador no Campeonato Inglês. Em Old Trafford, o atual campeão fez 3 a 0 no Chelsea , ainda no primeiro tempo, com Smalling, Nani e Wayne Rooney . Os visitantes descontaram com o espanhol Fernando Torres, mas a vantagem até permintiu a Rooney perder um  pênalti no segundo tempo, sem comprometer a boa vitória por  3 a 1.

Após cinco rodadas, o time de Alex Ferguson continua com 100% de aproveitamento e lidera de forma isolada a Premier League, pois o Manchester City apenas empatou com o Fulham e ficou nos 13 pontos.

Rooney desperdiçou a cobrança, mas marcou seu nono gol no campeonato, assumindo a artilharia isolada, à frente de Sergio Aguero, que tem oito. Torres, por sua vez, marcou apenas seu segundo tento com a camisa do Chelsea após 24 partidas.

No meio de semana, o Chelsea pega o Fulham pela Copa da Liga Inglesa, enquanto o Manchester united mede forças com o Leeds United.

O jogo

Embora tenha perdido sem contestação, o Chelsea criou diversas oportunidades. No terceiro minuto de jogo, Ashley Cole virou o jogo para Ramires, que tentou o contrapé do goleiro De Gea, mas foi impedido pelo pé do espanhol.

Aos 8, Rooney cobrou falta com curva na área e Smalling se adiantou para abrir o placar. A resposta veio com Fernando Torres. Ele recebeu passe em profundidade de Mata e cruzou para Ramires, mas o brasileiro chutou em cima de De Gea.

AFP
Nani comemora "voando" o segundo gol do Manchester United sobre o Chelsea.

Ao seu melhor estilo, Nani arrancou da direita, trouxe para o meio e chutou de destra, no ângulo de Petr Cech, que nada conseguiu fazer. No último minuto da etapa inicial, Jones tabelou no meio-campo e tocou para o português, que tentou de calcanhar, mas perdeu a bola. Terry tentou afastar, mas chutou em cima do jogador do Manchester United e Rooney estava esperto para pegar a sobra e ampliar.

Com 32 segundos de segundo tempo, Anelka, que havia entrado na vaga de Lampard, descolou lindo lançamento rasteiro para Torres. Cara a cara com De Gea, ele mostrou categoria para tocar por cima do arqueiro rival.

O jogo continuou movimentado. Mata arriscou de longe, para boa defesa do goleiro. No minuto seguinte, Nani puxou o contra-ataque, limpou dois adversários e acertou o travessão de Cech. Ao tentar aproveitar o rebote, foi derrubado por Bosingwa. Pênalti marcado pelo árbitro Philip Dowd. Lembrando a cobrança de Terry que deu ao United o título da Liga dos Campeõs de 2008, em Moscou (RUS), Rooney escorregou e isolou a penalidade.

O Chelsea pressionava para tentar voltar ao jogo. Aos 26 minutos, Torres deu dois dribles desconcertantes e chutou forte. De Gea deu rebote, mas o espanhol isolou. A resposta do United veio com Evra. O cruzamento do francês chegou a Rooney, mas o atacante furou. Mesmo assim, acertou a trave, e Javier Hernández bateu na rede pelo lado de fora.

Faltando sete minutos, Ramires conseguiu deixar Torres na cara de De Gea. Apesar da boa partida, o espanhol driblou o goleiro e, com o gol vazio e sem marcação, chutou para fora de perna esquerda. O United ainda teve um contra-ataque para matar a partida. Rooney puxou pela parte canhota do campo, chegou cara a cara com Cech, mas rolou para Berbatov. Sem goleiro, ele bateu fraco e Ashley Cole conseguiu o corte.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterramanchester unitedchelsea

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG