Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manchester United goleia Wolves e se reabilita de vexame na Liga

Time de Alex Ferguson se recupera de eliminação na Liga dos Campeões da Europa e segue na cola do líder Manchester City

Gazeta |

As barreiras psicológicas pela eliminação na Liga dos Campeões da Europa não fizeram tanta diferença para o Manchester United, que enfrentou o modesto Wolverhampton e goleou por 4 a 1 neste sábado, pela 15ª rodada do Campeonato Inglês, dentro de um inusitadamente lotado Old Trafford.

Leia mais: Vidic machuca o joelho e desfalca o Manchester até o fim da temporada

Com a sonora goleada, o time de Manchester segue na vice-liderança da competição, agora com 36 pontos. O rival City, que entra em campo na próxima segunda-feira, precisará de uma vitória sobre o Chelsea para manter a distância de cinco pontos. Enquanto isso, na parte de baixo da tabela, o Wolves segue com 14 pontos, apenas quatro para a zona de rebaixamento.

Com dois gols de Rooney e dois de Nani que, curiosamente, foram os mais criticados pela eliminação na primeira fase da competição continental, os donos da casa dominaram os frágeis adversários e conseguiram uma vitória importante para devolver a moral e a confiança ao abalado grupo comandado por Alex Ferguson.

Confira ainda: Basel surpreende e elimina o Manchester United

O jogo
O Manchester United foi soberano desde o primeiro minuto de bola rolando. Mal deixando o Wolves se movimentar e trocar passes dentro de campo, os anfitriões fizeram seu papel e se mantiveram no ataque quase todo o tempo.

Aos 17 Nani finalmente conseguiu converter um ataque do Manchester em gol. Depois de receber a bola no canto esquerdo do ataque, fintar Edwards e Henry e bater à direita de Hennessey, marcando o primeiro do Manchester United na partida. Em jogada semelhante à do primeiro gol, Rooney invadiu a grande área para aumentar a vantagem do Manchester diante do Wolves.

AP
O Manchester United se recuperou do fracasso de quarta e segue na cola do City

O Wolves diminuiu o placar aos dois minutos de jogo. Após cruzamento de Matt Jarvis, Fletcher subiu para marcar o gol de honra do Wolves na partida. Nada que pudesse atrapalhar os planos do Unites que, logo aos 11 minutos ampliou com Nani.

Após mais uma porção de oportunidades perdidas, o que poderia configurar uma goleada histórica, o Manchester marcou o quarto e último gol da partida novamente com o astro Rooney. A jogada criada por Valencia e a finalização consciente de Rooney aos 18 minutos do segundo tempo colocariam números finais no marcador.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG