Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manchester City vence clássico contra o rival United

Com a vitória, o clube britânico conquistou vaga na decisão da Copa da Inglaterra e espera resultado de Soke City e Bolton

Gazeta |

O Manchester United deu adeus ao sonho da tríplice na temporada ao cair na semifinal da Copa da Inglaterra, neste sábado, justamente diante do rival Manchester City, que conquistou a vaga na decisão do torneio com o triunfo por 1 a 0.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, o City assegurou a classificação na etapa complementar, com gol de Yaya Touré, depois de falha da zaga adversária. Portanto, o time do técnico Roberto Mancini aguarda agora o outro finalista da competição, que sairá do confronto entre Stoke City e Bolton, no domingo.

A última vez que o Manchester City conquistou o título da Copa da Inglaterra foi em 1969, sendo que não disputa uma final desde 1981, quando acabou derrotado pelo Tottenham.

Já o United, que lidera o Campeonato Inglês e está na semifinal da Copa dos Campeões, deixou escapar o objetivo de lutar por três títulos no mesmo ano.

Diante de mais de 86 mil torcedores no estádio Wembley, no maior público da história do clássico, as duas equipes entraram em campo com importantes desfalques. Do lado dos Diabos Vermelhos, Wayne Rooney foi obrigado a cumprir suspensão. Enquanto isso, o lesionado Carlitos Tevez foi a ausência do outro lado.

AP
Yaya Toure comemora o gol da vitória na semifinal contra Manchester United

O jogo: O United começou mais perigoso e levou perigo com Berbatov, que parou nas mãos do goleiro Hart. No decorrer da etapa, o time de azul conseguiu equilibrar as jogadas do clássico, ainda sem levar grande perigo à meta do adversário.

Desta forma, o placar só foi alterado no segundo tempo. Aos sete minutos, depois de uma série incrível de erros da defesa do Manchester United na saída de bola, Yayá Touré arrancou com força, invadiu a área e tocou por entre as pernas do goleiro Van der Sar.

O gol atordoou os Diabos Vermelhos, que permitiram o crescimento do adversário em campo. Com isso, o City avançou com o intuito de definir o placar, mas desperdiçou muitas chances.

Aos poucos, o time de Alex Ferguson se reergueu e deu a resposta em cobrança de falta de Nani. O goleiro Hart se esticou para dar um leve toque, e a bola ainda tocou no travessão antes de voltar para o meio da área. Mas ninguém apareceu em condições de completar.

E a situação do Manchester United se complicou ainda mais aos 27 minutos, quando Scholes deu uma solada na coxa de Zabaleta e acabou expulso de campo. Para recompor o time, Ferguson colocou o meio-campista brasileiro Anderson no gramado.

O City ainda se mostrou afobado nos minutos finais, mesmo com um jogador a mais. Mesmo assim, a equipe conseguiu segurar o resultado positivo para garantir a classificação para a final.

Depois do apito do árbitro, Balotelli ainda se desentendeu com jogadores do adversário, como Ferdinand.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG