Após confusão na Liga dos Campeões, atacante não vai receber seu pagamento por um mês, mas poderá voltar a jogar pelo time inglês

selo

O Manchester City anunciou nesta terça-feira a punição ao atacante argentino Carlitos Tevez por ter se recusado a entrar em campo nos minutos finais do jogo contra o Bayern de Munique , no dia 27 de setembro, pela Liga dos Campeões da Europa . Ele foi multado pelo clube inglês e ficará um mês sem receber salário, o que representa cerca de US$ 1,6 milhão. Mas está reintegrado ao elenco e livre para voltar a jogar.

Leia também: Tevez está com um 'pé muito grande' no Corinthians, avisa Andrés

Tevez vem amargando a reserva do Manchester City nesta temporada. No jogo em Munique, quando o time inglês já perdia por 2 a 0, o técnico italiano Roberto Mancini revelou que ordenou a entrada dele em campo, mas o argentino se recusou a jogar. Depois da partida, o treinador chegou a dizer que não trabalharia mais com o atacante.

Na ocasião, Tevez disse que tudo não passou de um mal entendido e garantiu que nunca se recusou a jogar. Mas a diretoria do Manchester City suspendeu o jogador por duas semanas e abriu um comitê de sindicância para avaliar o caso. O veredicto foi divulgado nesta terça-feira, com a multa e a liberação para ele voltar ao elenco.

Ao aplicar a multa, o Manchester City explicou que Tevez descumpriu cinco cláusulas de seu contrato, como a que o "obriga a participar de qualquer jogo em que for selecionado pelo clube". O atacante argentino, que vem treinando separadamente desde que acabou a suspensão inicial, tem um prazo de 14 dias para recorrer da punição.

Esse novo capítulo pode dificultar ainda mais a permanência de Tevez no Manchester City. Apesar de ser ídolo no time inglês, ele já pediu para ser negociado duas vezes, em janeiro e em julho, por não estar feliz com a vida na Inglaterra. Mas o clube não quis vendê-lo. Agora, o Corinthians parece ser seu destino mais provável.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.