Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Manchester City consegue acordo recorde de 'naming rights'

Polêmico patrocínio de cerca de R$ 1 bilhão será analisado pela Uefa antes de entrar em vigor

iG São Paulo |

Segundo informações do jornal britânico "The Guardian", o Manchester City acaba de firmar o maior acordo de patrocínio da história do futebol mundial. A negociação com a empresa aérea Etihad Airwaysatinge o valor de 400 mil libras (cerca de R$ 1 bilhão) e, além da camisa do time, envolve "naming rights" do estádio utilizado pelo clube, entre outras ações.

Por conta dos altos valores envolvidos no negócio, o City deve ser obrigado a apresentar os detalhes para a Uefa (União das Associações Européias de Futebol) averiguar a regularidade do acordo. Afinal, trata-se do maior patrocínio do tipo não apenas no futebol, mas em todo o esporte mundial, superando os R$ 470 milhões pagos pelo JP Morgan para dar nome ao Madison Square Garden, em Nova York.

O acordo, com duração prevista de dez anos, renomeará o campo do Manchester Ciry para Etihad Stadium. A polêmica, porém, aparece quando o patrocínio é comparado a outros do futebol inglês. O acordo do Arsenal com outra empresa aérea, que dá nome ao Emirates Stadium, por exemplo, rendeu menos de R$ 230 milhões por 15 anos, sendo que mais da metade do valor vem por meio do patrocínio na camisa do time.

A necessidade de o Manchester City convencer a Uefa da legalidade da negociação é por conta das ligações da família real de Abu Dhabi com o clube. O governo do emirado árabe é dono da Etihad, enquanto o Sheikh Mansour, membro da família real, é dono do City.

Um porta-voz da entidade européia afirmou que a Uefa já está “atenta em relação à situação e nossos especialistas.farão avaliações do valor justo de qualquer patrocínio”. A expectativa é de que o painel de controle financeiro dos clubes europeus, comandado pelo ex-primeiro-ministro belga Jean-Luc Dehaene, investigue o caso.
 

Leia tudo sobre: manchester cityuefafutebol mundialpatrocínio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG