Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mais uma vez no sufoco, Atlético Paranaense bate Roma no Estadual

Com os 3 a 2, time rubro-negro chegou aos 10 pontos, cinco atrás do líder Coritiba, que também venceu

Gazeta |

Mais uma vez o Atlético Paranaense não fez uma boa apresentação no Campeonato Paranaense 2011, mas conseguiu, no sufoco, uma vitória contra o Roma Apucarana, no Estádio Bom Jesus da Lapa, por 3 a 2. Com o resultado, o time rubro-negro chegou aos 10 pontos, cinco atrás do líder Coritiba, que também venceu na rodada.

O Atlético começou arrasador, pressionando e abrindo o placar logo aos sete minutos, com um golaço de Guerrón, que pegou rebote e acertou um belo voleio. Depois o que se viu foram velhas falhas. Após o intervalo, a equipe da capital continuava errando muito, mas arrumou um pênalti, aos 17 minutos, que Paulo Baier converteu. Warley, aos 30 minutos, descontou. Dois minutos depois, Alex deixou tudo igual. Porém, Baier, de falta, aos 43 minutos, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Roma vai a Ponta Grossa, no domingo, onde enfrenta o Operário, no Estádio Germano Krüger. Já o Atlético Paranaense encara, no mesmo dia, o lanterna Cascavel, em jogo marcado para a Arena da Baixada.

O jogo
Mostrando outro espírito, com mais pegada desde o apito inicial, o Furacão partiu para cima do adversário. Aos cinco minutos, Paulo Baier tentou o cruzamento fechado e Spada deixou a meta para afastar. Mas, aos sete minutos, o maestro rubro-negro fez o levantamento, Nieto tentou o arremate e, no rebote, de voleio, o equatoriano Guerrón fez um golaço para abrir o placar.

Depois do inicio movimentado, o Atlético-PR diminuiu o ritmo e deixou o adversário criar algumas chances. Aos 14 minutos, Lira arriscou o chute, a bola desviou na defesa e foi pela linha de fundo. Novamente Lira, aos 18 minutos, agora em cobrança de falta, que contou com toque de Robenval, deu trabalho para Renan Rocha. O meia do Roma dava trabalho e voltou a arriscar aos 20 minutos, para fora.

Mesmo apresentando um time superior e precisando mostrar serviço, o Furacão já administrava o resultado antes dos 30 minutos. Aos 31 minutos, arriscando de longe, Danielzinho isolou a bola. O Atlético-PR voltou a aparecer no campo de ataque aos 34 minutos, com Nieto desviando cruzamento de Paulo Baier, sem perigo.

Na segunda etapa, o panorama da partida não mudou muito. Aos quatro minutos, sem muitas alternativas, Paulo Baier tentou o gol olímpico e Spada impediu. A equipe da casa conseguiu uma ótima falta na entrada da área, aos nove minutos, mas Alex pegou muito embaixo da bola, isolando.

A situação do Rubro-Negro só não piorou porque, aos 15 minutos, Danielzinho perdeu gol feito. Aos 17 minutos, Mádson fez a jogada e foi derrubado na área. Os jogadores do Roma reclamaram muito, mas o árbitro anotou o pênalti. Na cobrança, Paulo Baier balançou as redes para dar tranquilidade ao time. Porém, aos 24 minutos, Flávio recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Furacão com um a menos.

A equipe de Apucarana partiu para a pressão. Aos 29 minutos, sem goleiro, Lira, debaixo das traves, conseguiu perder o gol mais feito da partida. Sufoco na zaga rubro-negra. Mas, aos 30 minutos, Warley apareceu na cara do gol e tocou na saída de Renan Rocha para marcar. Um minuto depois, Alex recebeu cruzamento e desviou de cabeça, certeiro, para empatar. Aos 38 minutos, Juninho subiu mais do que a defesa e testou firme para fora, raspando a trave. Quando a crise já se abatia sobre o time, Paulo Baier, de falta, aos 43 minutos, marcou.

Um pouco mais cedo - na partida das 20h30 (de Brasília) -, o Operário de Ponta Grossa, que luta para ser o melhor time do interior e conquistar vaga para a Copa do Brasil 2012 e para a Série D do Campeonato Brasileiro, não saiu de um empate sem gols diante do Rio Branco, que briga na parte e baixo da tabela e somou mais um ponto importante fora de cada.

FICHA TÉCNICA - ROMA APUCARANA 2 X 3 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Bom Jesus da Lapa, em Apucarana (PR)
Data: 23 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva
Assistentes: Rafael Trombeta e Carlos Braatz
Cartões amarelos: Luis Paulo, Robenval e Juninho(Roma); Flávio, Paulinho, Mádson e Nieto(Atlético-PR)

GOLS: ROMA: Warley, aos 30 minutos e Alex, aos 31 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Guerrón, aos 07 minutos do primeiro tempo e Paulo Baier, aos 20 minutos e aos 43 minutos do segundo tempo

ROMA: Spada; Robenval (Fred), Luis Paulo, Juninho e Cassiano (Daniel Marques); Rogerinho, Eurico, Lira e Alex; Warley e Danielzinho (Neno). Técnico: Richard Malka

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Dalton, Manoel e Flávio; Wagner Diniz, Robston, Paulo Baier, Paulinho e Mádson (Gabriel); Guerrón (Adaílton) e Nieto (Alê). Técnico: Geninho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG