Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maioria dos clubes da primeira divisão já trocou de técnico

Times têm repetido a estratégia de mudar constantemente de treinador em busca de resultados melhores

Allan Brito, iG São Paulo |

Internacional, Atlético-PR, Bahia, Avaí, Santos, Figueirense, Fluminense, Botafogo, Ceará, Vasco e Atlético-GO. Esses 11 times, todos da Série A do Campeonato Brasileiro, têm algo em comum: já trocaram de técnico em 2011. Alguns fizeram até duas mudanças, e tudo em menos de três meses.

Da semana passada até esta sexta, quatro times mudaram seus técnicos: Dimas Filgueiras não foi demitido do Ceará, mas deu lugar a Vágner Mancini no comando da equipe; René Simões saiu do Atlético-GO, e PC Gusmão foi anunciado como substituto; Geninho, mesmo com ótimo desempenho, teve seu contrato rescindido com o Atlético-PR para a chegada de Adilson Batista. E, nesta sexta-feira, Celso Roth perdeu o cargo no Inter. Fora a ida de Muricy Ramalho, então desempregado, para o Santos, que estava sem técnico há um mês. Com isso, 12 trocas de técnicos já foram realizadas em 2011 pelos times da Série A.

Dois casos específicos mostram por que os times insistem nessa estratégia constantemente. Ricardo Gomes e Vágner Benazzi, técnicos de Vasco e Bahia, respectivamente, conseguiram recuperar seus times após um mal começo de temporada, quando ainda estavam sob o comando de outros treinadores.

O time carioca, que começou o ano sob o comando de PC Gusmão, chegou a ficar fora das semifinais da Taça Guanabara. Agora, depois da mudança, lidera seu grupo na Taça Rio. Já o Bahia correu o risco de nem se classificar para a segunda fase do Campeonato Baiano, mas recentemente chegou a ficar 11 jogos invicto e está próximo de alcançar a classificação para as semifinais, apesar de já estudar a possibilidade de trocar de técnico novamente.

Exemplos como esses tornam cada vez mais raro o caso de Mauro Fernandes, do América-MG. Entre os técnicos de times da primeira divisão, ele é o único que está há mais de um ano no cargo. Mauro assumiu o time em fevereiro de 2010 e, desde então, conseguiu o retorno à primeira divisão e a classificação antecipada para a próxima fase do Campeonato Mineiro - está atualmente no terceiro lugar, atrás apenas de Atlético-MG e Cruzeiro. Com estabilidade no cargo, ele culpou os próprios companheiros de profissão pelas constantes trocas de técnico do futebol brasileiro, em entrevista ao iG.

Samir Carvalho
Muricy já ficou por três anos no São Paulo, mas agora tem trocado de time com frequência
Sem apostar na continuidade, Santos e Fluminense sofreram após a saída de seus técnicos. O clube paulista demitiu Adilson Batista, deu chances ao interino Marcelo Martelotte e só recentemente contratou Muricy Ramalho. Com isso, o time tem dificuldades para se classificar na Copa Libertadores e ainda perdeu o clássico para o Palmeiras, no último domingo, o que aumentou a pressão na Vila Belmiro.

Já o Fluminense espera por Abel Braga, que tem contrato com o Al-Jazira e só deve treinar o time carioca a partir de junho. Enquanto isso, sob o comando do interino Enderson Moreira, o Flu segue com problemas no Campeonato Carioca e na Libertadores. Muricy Ramalho, técnico campeão brasileiro, pediu demissão em meados de março.

Em Santa Catarina, os dois times da primeira divisão já trocaram de técnico: após um péssimo começo de temporada com Benazzi, o Avaí tem se recuperado com o trabalho de Silas. Porém, perdeu no último final de semana o clássico contra o Figueirense, de Jorginho - que assumiu o time após a saída de Márcio Goiano e já tem sofrido críticas -, apesar de liderar o segundo turno do Campeonato Catarinense.

Botafogo, Ceará, Atlético-GO e Atlético-PR são outros times que trocaram de técnico recentemente, sendo que o time paranaense já adotou a estratégia duas vezes. Agora, esperam por melhores resultados, mesmo sem muita paciência, como tem acontecido em quase todos os times da elite do futebol brasileiro.
 

Leia tudo sobre: campeonato brasileiro 2011técnicos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG