Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maioria de gols no final dos jogos destaca fôlego do Palmeiras

Anselmo Sbragia, preparador físico do time, retribui elogios que sempre recebe de Luiz Felipe Scolari

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Se tem uma coisa que os palmeirenses não podem reclamar é do fôlego da equipe. É nítido que o time de Luiz Felipe Scolari sempre vai bem quando o assunto é físico e consegue manter a pegada durante os 90 minutos. Os números provam isso. A faixa de tempo em que o Palmeiras mais faz gols é justamente a última do jogo, entre 30 e 45 minutos do 2º tempo, com 15 tentos marcados, o que significa 30% do total.

O número também é muito parecido com o total de gols marcados no 1º tempo. Ou seja, nos 15 minutos finais, em 465 minutos considerado os 31 jogos, o Palmeiras marcou apenas três gols a menos do que o total marcado no 1º tempo, o que totaliza 1395 minutos nesta temporada.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Um dos grandes responsáveis pelo feito é o preparador físico do clube, Anselmo Sbragia, sempre exaltado por comissão técnica e jogadores. Ele, no entanto, faz questão de dar mérito a Felipão, explicando que o esquema de jogo imposto pelo técnico ajuda muito seus jogadores.

“Para mim, é motivo de muita honra e muito orgulho ser elogiado pelo Felipão. Ele tem nome no mundo inteiro. Mas o esquema de jogo dele facilita muito. O time é muito organizado taticamente e os jogadores precisam correr menos. Eles fazem a bola correr e isso facilita bastante”, explica Sbragia.

Gols do Palmeiras em 2011

Veja em que faixa do jogo o time de Felipão marcou os gols nesta temporada

Gerando gráfico...


No geral, o Palmeiras marcou 18 gols no 1ª tempo e outros 32 na etapa final. Ou seja, 36% dos tentos foram marcados nos 45 minutos inicias, contra os outros 64% nos últimos minutos.

Sbragia ressalta que as semanas cheias que ele tem para treinar o time atualmente ajuda muito, mas que quando o Brasileirão tiver jogos de quarta e domingo no calendário, o preparo físico também poderá ser mantido em alta.

“Com semanas inteiras, fica mais fácil qualificar o treinamento. Mas também temos um padrão de treinamento de quarta e domingo. Nós sempre fazemos a avaliação 48 horas após o jogo, para ver que em nível estão os atletas em relação ao desgaste. Conforme for, a gente tira do treino, faz treino leve, sempre pensando em deixar o atleta 100% no jogo. Perto dos jogos, a gente alivia a carga sempre”, completou.

Leia tudo sobre: palmeirasanselmo sbragialuiz felipe scolari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG