Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maiores clubes da Argentina somam prejuízo milionário em 2010

Situação mais complicada é a do River Plate, cujo último balanço registrou um déficit de quase 80 milhões de pesos

AFP |

Os cinco maiores clubes de futebol da Argentina, River Plate, Boca juniors, Independiente, Racing Club e San Lorenzo, somam passivos de 650 milhões de pesos (US$ 162,5 milhões), no fechamento de seus respectivos balanços 2009-2010. Os dados foram publicados em um relatório divulgado nesta segunda-feira pela imprensa argentina.

O clube com a situação mais complicada é o River Plate, cujo último balanço registrou um déficit de quase 80 milhões de pesos (US$ 20 milhões), marcando um recorde no futebol argentino, com um passivo de 216,8 milhões de pesos (US$ 54,2 milhões), dos quais 190 milhões devem ser cancelados em 12 meses.Segundo um informe do jornal Tiempo Argentino, atrás do clube "milionário" aparece o Independiente, com 144 milhões de pesos (US$ 36 milhões) de passivo, dos quais 85 milhões vencem no fim de 2011.Depois, segue seu arquirrival Racing Club, que acumula um passivo de 105 milhões de pesos (US$ 26 milhões) após registrar um déficit de quase 10 milhões (US$ 2,5 milhões) no último exercício.

No entanto, segundo o balanço, o popular Boca Juniors baixou neste ano seu passivo de 134 para 97,6 milhões de pesos devido a um balanço positivo graças à transferência de jogadores, mas estes dados são rejeitados pela oposição, que garante que ainda precisam ser computados gastos de salários e derrotas em julgamentos trabalhistas.O presidente do San Lorenzo, Carlos Abdo, recebeu o clube com um déficit de 10,2 milhões de pesos e um passivo de 96 milhões de pesos.

Os balanços registraram as rendas provenientes da estatização da transmissão das partidas de primeira divisão, pela qual Boca e River embolsaram US$ 7,5 milhões, respectivamente, e os outros três "grandes" levaram 23 milhões cada um. River, que iniciou o último torneio Apertura na zona de rebaixamento, terminou em quarto, com 31 pontos, mas a 14 do campeão Estudiantes.Racing (29) ficou em sexto, Boca (25) em 11º, San Lorenzo (24) em 13º e Independiente, último com 14 pontos, se consagrou campeão da Copa Sul-Americana.

Leia tudo sobre: Boca JuniorsRiver Platefutebol mundialargentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG