Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maior meta do ano, Flu estreia na Libertadores contra o Arsenal

Com alto investimento, time carioca inicia campanha internacional contra equipe que massacrou em 2008

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Nelson Perez/FluminenseF.C.
Com virose, Deco virou dúvida de última hora no Flu
O projeto começou ainda em 2011, quando o Fluminense confirmou a terceira colocação no Campeonato Brasileiro e garantiu a vaga no torneio sul-americano. Os caros reforços chegaram, assim como o disputado diretor-executivo Rodrigo Caetano. Tudo para que o principal sonho do time na temporada ficasse ainda mais próximo do real. E nesta terça-feira, às 22h, contra o Arsenal de Sarandí, o time das Laranjeiras começa a campanha em busca do inédito título da Copa Libertadores.

Calejado pelos erros de 2011, quando perdeu pontos importantes em casa e sofreu para avançar às oitavas de final - sendo eliminado em seguida pelo Libertad, do Paraguai -, o Fluminense aposta também na experiência de seus jogadores. No time que entrará em campo nesta terça, apenas dois atletas nunca disputaram o torneio. O zagueiro Anderson e o lateral-direito Bruno, ambos contratados no início do ano.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nós aprendemos muito com o que aconteceu no ano passado e sabemos que na Libertadores o fator campo acaba sendo fundamental para o sucesso da equipe. Não podemos tropeçar no Rio de Janeiro, pois não teremos vida fácil quando formos visitar os nossos adversários. Temos que contar com nove pontos em casa e para isso nosso poder de decisão diante do Arsenal precisa estar em dia", destacou o atacante Fred.

Leia mais: Thiago Neves começa como titular se Deco for desfalque, diz Abel

O adversário também trás boas e más recordações aos torcedores do Fluminense. Pela fase de grupos da Copa Libertadores de 2008, na campanha do vice-campeonato, o tricolor goleou a equipe argentina por 6 a 0, com show do atacante Dodô, que marcou dois belos gols. Porém, na Argentina, o time de Avellaneda deu o troco, vencendo por 2 a 0.

Uma partida com um placar dilatado, como aconteceu em 2008, não é o que o técnico Abel Braga espera. O treinador acredita em um adversário fechado, explorando os contra-ataques e jogadas aéreas.

"Vamos ser ofensivos, com um volante que sai para o jogo, com laterais que apoiam, com dois meias chegando. Mas tudo dentro do equilíbrio da equipe. Eles vão se fechar, esperando uma bola. Não podemos errar e dar contra-ataque de bobeira. Tem que ter atenção", disse o treinador do Fluminense.

Veja mais: Fluminense treina bola parada antes de enfrentar o Arsenal

Para a partida, Abel Braga deverá contar com todos os titulares. O meia Deco foi poupado do treinamento da última segunda-feira, por conta de uma virose, mas deverá estar em campo. Caso não tenha condições, o treinador já adiantou que Thiago Neves começará a partida. O zagueiro Leandro Euzébio, que havia sido poupado de alguns treinamentos na última semana, voltou a trabalhar normalmente, livre das dores no tornozelo direito.

Arsenal confiante
Pelo lado do Arsenal, o técnico Gustavo Alfaro acredita que o seu time tem condições de surpreender o Fluminense e parece ter na cabeça a melhor estratégia para alcançar seu objetivo.

Photocamera
Fred está confirmado na equipe titular que enfrenta o Arsenal nesta terça-feira


"Nós sabemos que o Fluminense vai tentar tomar a iniciativa do confronto, e isso é até natural, até porque eles precisam fazer o resultado dentro de casa. A paciência precisa ser a nossa aliada, pois, se eles vão buscar o ataque, com certeza darão espaços para que a gente possa surpreender. Não vamos ficar apenas esperando, mas vamos precisar fazer a leitura correta do confronto para descobrir a melhor maneira de construirmos o resultado que nos interessa", afirmou o treinador do Arsenal.

Leia também: Com virose, Deco é poupado e vira dúvida para a estreia na Libertadores

Em relação à escalação, Alfaro ainda tem dúvidas. O volante colombiano Carlos Carbonero, que cumpriu suspensão diante do Huancayo, fica à disposição. O lateral direito Adrián González, ex-São Paulo, pode ser barrado, uma vez que Hugo Nervo tem se destacado no setor. Outra indefinição de ordem técnica acontece no meio campo, com Gastón Esmerado e Juan Pablo Caffa disputando posição.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE X ARSENAL-ARG
Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de fevereiro de 2012 (Terça-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Antônio Arias (Paraguai)
Assistentes: Nicolás Yegros (Paraguai) e Hugo Martínez (Paraguai)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Anderson, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Wagner e Deco (Thiago Neves); Rafael Sóbis e Fred
Técnico: Abel Braga

ARSENAL: Cristian Campestrini, Hugo Nervo (Adrián González), Lisandro López, Guillermo Burdisso e Damián Pérez; Iván Marcone, Carlos Carbonero, Gastón Esmerado (Juan Pablo Caffa) e Nicolás Aguirre; Emilio Zelaya e Jorge Córdoba
Técnico: Gustavo Alfaro

* Com Gazeta Esportiva

Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e comente a estreia na Libertadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG