Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maior campeão, Independiente retorna à Libertadores após seis anos

Vencedor em 64, 65, 72, 73, 74, 75 e pela última vez em 1984, o time da província de Buenos Aires vê com olhos saudosistas a época em que era temido pelos rivais sul-americanos

Gazeta Esportiva |

O 'Rei de Copas'. É assim que a torcida e a imprensa argentina se referem ao Independiente de Avellaneda, que nesta quarta-feira carimbou sua passagem à Copa Libertadores de 2011 ao bater o Goiás por 3 a 1 (5 a 3 pênaltis). Maior campeão do principal torneio continental da América do Sul, a equipe retorna à competição após seis anos de ausência.

Os Rojos disputaram sua última edição em 2004, quando foram eliminados nos pênaltis pelo São Caetano, numa espécie de preliminar das oitavas de final, e deixaram precocemente o sonho de conquistar seu oitavo título.

Títulos, aliás, que remetem aos seus tempos de glória. Vencedor em 64, 65, 72, 73, 74, 75 e pela última vez em 1984, o time da província de Buenos Aires vê com olhos saudosistas a época em que era temido pelos rivais sul-americanos.

Porém, com o seu primeiro caneco da Sul-americana, o 16º título internacional do clube, espera retomar os tempos áureos. Além disso, encostou no Boca (com 17), um de seus grandes rivais, como segundo maior ganhador de competições fora de seu país na América do Sul.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG