Felipe Menezes, que deve ficar com a vaga de Elkeson, diz que equipe tem que ignorar momento do rival

Pressionado por uma sequência de oito jogos sem vencer, o Flamengo se prepara para tentar reagir na competição justamente no clássico contra o Botafogo , neste domingo, no Engenhão. No adversário, a má fase do time comandado por Vanderlei Luxemburgo não é vista como trunfo para a partida, mas uma possível 'motivação extra' para encerrar a marca também não assusta os jogadores do Botafogo.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Para nós, não importa muito a situação do Flamengo, se vão ficar em momento pior, não temos responsabilidade. A má fase deles não é problema nosso. O pensamento é só no Botafogo e no que a gente poderá fazer em campo. A gente tem que analisar bem a equipe deles e não ficar pensando nisso, sobre a má fase deles. Temos que tentar colocar nosso ritmo e vencer", disse o meia Felipe Menezes .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Para Marcelo Mattos , apesar do momento de cada equipe não influenciar dentro de campo, durante a partida, a posição do Botafogo na tabela indica que o trabalho está sendo bem feito. Por isso a confiança em conseguir uma vitória sobre o rival no final de semana segue alta.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

"Entrar num clássico na frente do adversário na pontuação é bom, da confiança. A gente tem que ter confiança no trabalho que faz. Não pode nos atrapalhar a goleada sofrida para o Coritiba, foi algo que já passou. Agora é vencer com confiança, como a gente estava fazendo. É um incentivo tudo que a gente fez até agora no campeonato, mas temos que entrar concentrados", declarou Marcelo Mattos.

Na quarta colocação, com 40 pontos, o Botafogo não perderá a posição para o rival mesmo que seja derrotado. O Flamengo é o sexto colocado, com 36 pontos, além de ter uma partida a mais na competição. As equipes se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Engenhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.