No outro jogo da chave pela Liga dos Campeões, no mesmo horário, o Benfica irá visitar o lanterna Hapoel Tel-Aviv

Na quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa o Lyon tentará garantir classificação para as oitavas de final do torneio nesta quarta-feira, quando visita o Schalke 04, às 17h45 (de Brasília), na Alemanha. A equipe francesa é a líder do grupo B, com nove pontos, e só precisa de uma vitória fora de casa para conseguir a vaga. O time alemão, por sua vez, está na segunda colocação, com sete pontos, e tentará aproveitar o mando de campo para conquistar os três pontos, que dariam ao clube a liderança do grupo.

Para o duelo decisivo, o técnico Felix Magath, do Schalke, deve repetir a equipe que goleou o Werder Bremen por 4 a 0 pelo Campeonato Alemão, no último fim de semana. Naquele jogo, o destaque foi o veterano atacante Raul, que marcou três gols.

"Este é o nosso terceiro jogo em casa. Ganhamos facilmente os dois primeiros e temos chances de conquistar um terceiro triunfo mesmo contra o Lyon, o adversário mais forte do grupo. É um obstáculo grande, mas estamos razoavelmente otimistas depois de nossas últimas apresentações", afirmou Magath.

Para o meia Peer Kluge, o duelo contra os franceses será o mais difícil desta fase de grupos da competição. "Em minha opinião o Lyon é o mais forte oponente do nosso grupo. Eles já mostraram o potencial técnico que têm nos últimos anos. Eles têm muita experiência na Liga dos Campeões e não foi por acaso que chegaram nas semifinais na última temporada", lembrou o jogador.

Pelo lado do Lyon, o técnico Claude Puel não poderá contar com o brasileiro Cris e ainda não sabe se terá à disposição o atacante argentino Lisandro Lopez. Para Puel, os franceses só pensam em um resultado para conquistar na Alemanha.

"O nosso objetivo é, simplesmente, vencer. Foi com esse intuito que enfrentamos o Benfica (derrota por 4 a 3 no Estádio da Luz, em Lisboa) e é assim que vamos jogar contra o Schalke, determinados a somar os três pontos", afirmou Puel.

Benfica tenta se manter vivo
No outro jogo do grupo B, no mesmo horário, o Benfica irá visitar o lanterna Hapoel Tel-Aviv, em Israel. Com seis pontos, os Encarnados precisam de uma vitória para não correrem o risco de serem eliminados ainda nesta rodada. Sabendo da importância da partida, o técnico Jorge Jesus falou sobre a necessidade da vitória.

"Sabemos que a classificação passa por este jogo. Esperamos um adversário que vai entrar com ritmo muito alto nos primeiros 30 minutos e cabe a nós contrariar isso", afirmou o comandante português. Para o duelo em Israel o Benfica não poderá contar com o brasileiro Airton, que não se recuperou de uma mialgia na coxa direita. Em compensação, o clube terá a volta do lateral esquerdo Fábio Coentrão e do atacante Óscar Cardozo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.