Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lyon estuda denunciar Ajax por desconfiar de goleada contra o Dínamo

Time francês bateu o Dínamo Zagreb por 7 a 1 e tirou a equipe holandesa da Liga dos Campeões

EFE |

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, estuda denunciar o Ajax pelas suspeitas lançadas acerca da vitória por 7 a 1 dos franceses sobre o Dínamo Zagreb, que determinou a eliminação da equipe de Amsterdã na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Leia também: Classificação do Lyon com goleada será investigada na França

"Se os dirigentes holandeses continuarem com essas explicações hipócritas, adotaremos as medidas judiciais cabíveis para nos defender", declarou Aulas em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal Le Monde. O presidente do Lyon afirmou que está consultando seus advogados e considerou que "o Ajax atacou a pessoa moral do Lyon" e que "o treinador e os jogadores se viram afetados".

O Ajax pediu que fosse averiguada a vitória da equipe francesa, que entrou em campo na Croácia obrigada a golear por pelo menos cinco gols de diferença para avançar no torneio continental. Os dirigentes holandeses lembraram que o Dínamo já teve problemas por compra de jogos. "Embora já tenha sido corrupto no passado, o Dínamo Zagreb não tinha nenhum motivo nesta partida", afirmou Aulas, que destacou que as autoridades francesas não encontraram nenhuma atividade anormal de apostas relacionadas ao duelo.

Leia também: Atacante do Lyon ironiza acusação de manipulação após goleada

O triunfo do Lyon despertou suspeitas pela forma como aconteceu. Os franceses chegaram a Zagreb praticamente conformados em disputar a Liga Europa. Para se manter na Liga dos Campeões, o time dos brasileiros Cris, Ederson e Michel Bastos tinha que bater o Dínamo, torcer pela derrota do Ajax contra o Real Madrid e ainda tirar uma desvantagem de sete gols no saldo.

Se a classificação já era difícil para os franceses antes de a bola rolar, no primeiro tempo do jogo na Croácia, ela ficou ainda mais complicada quando Kovacic colocou os donos da casa em vantagem, aos 40 minutos do primeiro tempo, quando o time já jogava com um a menos. No entanto, Gomis igualou ainda antes do intervalo e, com outros três gols, liderou a virada histórica na etapa final. Gonalons, Lisandro López e Briand também deixaram sua marca.

"O Lyon foi premiado por ter acreditado em suas chances até o final. São tristes e de má fé as suspeitas levantadas (pelo Ajax). Roubaram nosso presente de Natal", declarou Aulas, que completou: "esta polêmica é de uma injustiça flagrante contra o Lyon". Apesar de tudo, o dirigente acredita que a equipe pode encontrar uma motivação extra em meio à polêmica para, segundo ele, "aumentar sua ambição na Liga dos Campeões".

Leia tudo sobre: futebol mundialliga dos campeõesfrançalyonholandaajax

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG