Tamanho do texto

Treinador afirma que só parte técnica definirá estreia de jogador, que ainda aprimora parte física

Grande contratação do futebol brasileiro para 2011, Ronaldinho Gaúcho movimentou todos os olhares para o Flamengo. Visivelmente fora de ritmo, porém, o meia ainda não conseguiu mostrar estar em condições de vestir a camisa rubro-negra em uma tão aguardada partida oficial. Sabatinado sobre a data em que isso ocorrerá, Luxemburgo disse que o marketing não terá poder nesta decisão.

Ronaldinho treina para entrar em forma
Vipcomm
Ronaldinho treina para entrar em forma
"Eu fico ouvindo dizerem que a estreia do Ronaldinho vai ser uma jogada de marketing. Marketing não vai mandar no Flamengo. O que vai decidir quem entra ou não no meu time vai ser o futebol jogado lá dentro de campo", afirmou o treinador.

Incomodado com a imagem de "jogada" na contratação do astro, o comandante deu o exemplo de quando comandava os "Galácticos do Real Madrid" para mostrar como pretende domar a situação.

"Quando trabalhei no Real Madrid tinha ação de marketing, mas o que decidia era a parte técnica. Todo mundo tinha que jogar bem pra estar no time. Se não fosse assim, contrataríamos o Ronaldinho pra fazer festa. Ele veio para ganhar campeonatos, o marketing está inserido em um contexto muito maior", declarou.

Sobre possíveis privilégios ao jogador, eleito duas vezes como o melhor do mundo pela Fifa, o comandante negou qualquer possibilidade.

"Ele vem de um parceiro, que investiu bastante na contratação dele, e tem que ter os privilégios acordados no contrato com o clube. Mas é só isso, não tem nada que fale dele dentro de campo. Lá o que decide é a parte técnica", completou.

Mesmo sem a confirmação do técnico, Ronaldinho deve jogar alguns minutos na próxima partida do clube da Gávea, diante do Nova Iguaçu, uma rodada antes do clássico com o Vasco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.