Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luxa usa própria história para dar exemplo a jovens brasileiros

Técnico do Flamengo diz que homenagem da ABL mostra que os mais humildes também podem acontecer na vida

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Não foi só Ronaldinho Gaúcho que recebeu a medalha Machado de Assis das mãos do presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marcos Vilaça. O técnico Vanderlei Luxemburgo também foi agraciado com a honraria durante a homenagem a José Lins do Rêgo, escritor, e torcedor do Flamengo, que completaria 110 anos de idade em 2011.

Luxemburgo aproveitou para contar sua história. Ele poderia até ser usado como garoto-propaganda na empreitada dos acadêmicos para popularizar a ABL. Nascido em Nova Iguaçu e criado pelos bairros do subúrbio do Rio de Janeiro, ele chegou longe em sua carreira. Depois de jogar no Flamengo, Botafogo e Internacional, entre outros, tornou-se um dos principais técnicos do país, chegando à seleção brasileira e ao Real Madrid.

“Esse é um momento muito nobre para um garoto nascido em Tinguá (bairro de Nova Iguaçu) e que hoje pode fazer parte de uma homenagem tão importante como essa. É importante que os jovens vejam isso e saibam que é possível, no Brasil, você crescer numa família humilde e acontecer na vida”, comentou Luxemburgo.

AE
Vilaça cumprimenta Ronaldinho Gaúcho e Luxemburgo em dia de homenagem na ABL
A homenagem ao Flamengo no ano de comemoração dos 110 anos de José Lins do Rêgo faz parte dessa busca pela popularização. Vilaça, torcedor do Náutico e do Fluminense, fez um discurso clamando pela maior participação do povo brasileiro ao lado da ABL.

“Quando José Lins do Rêgo entrou na ABL o almoço de comemoração foi feito pelo Flamengo. Essa é uma retribuição da Academia. É importante que as pessoas saibam que é o povo o responsável pela inspiração dos poetas, romancistas e escritores”, afirmou o presidente da ABL.

Criado nas categorias de base do Flamengo e com duas passagens frustrantes como treinador no clube, Luxemburgo luta para marcar seu nome onde apareceu para o futebol. Este ano, tem conseguido. Na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, domingo, chegou a 21 jogos de invencibilidade, 20 deles nessa temporada.

O próximo confronto é com o Macaé, domingo, em Volta Redonda, apenas para cumprir tabela, pois o Flamengo já está classificado para as semifinais da Taça Rio. Se vencer a competição, também garante o título do Campeonato Carioca por ter sido campeão da Taça Guanabara.

“Estou aqui nessa homenagem (a José Lins do Rêgo) como torcedor do Flamengo. Entendendo o momento que vive o clube. Esse é mais um capítulo de uma grande história”, comentou Luxemburgo.
 

Leia tudo sobre: FlamengoCampeonato Carioca 2011Luxemburgo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG