Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luxa usa desempenho no Brasileiro para defender o ataque do Fla

Treinador, no entanto, ainda espera a contratação de um atacante. André, do Dínamo de Kiev, é o favorito

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Agência FotoBR
Luxemburgo ainda espera um reforço para o ataque
Enquanto comemora a contratação de Alex Silva, o técnico Vanderlei Luxemburgo segue apreensivo à espera de um atacante para reforçar o elenco do Flamengo. No momento, o único especialista para a função é Deivid, afinal o clube negociou Wanderley e Diego Maurício está com a seleção brasileira sub 20. Mesmo assim, o comandante lembra o desempenho no Campeonato Brasileiro para mostrar confiança no grupo.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

“Ficou apertado, mas estamos caminhando em outras situações. Mas o nosso ataque, mesmo sem ter esse atacante que todo mundo quer, é o melhor da competição. No começo do ano, tomei pancada porque escalava o time sem um centroavante. Agora, faço isso constantemente durante o jogo e tem dado certo. Nem lembram mais que eu joguei sem atacante e ganhei”, disse Luxemburgo.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

Apesar de defender o time, o treinador sabe que precisa de mais um jogador para a posição. A demora na solução da novela Kleber deixou o clube com poucas opções nos últimos dias de janela de transferência internacional. Ela fecha dia 20 e o diretor Luiz Augusto Veloso está na França para tentar fechar a negociação de André, que pertence ao Dínamo de Kiev.

“Às vezes você quer fazer e não consegue. A situação do Kleber demorou um pouco demais, poderia ter sido decidida um pouco antes. A proposta pelo Vagner Love não foi aceita. Pela agilidade do mercado, você quer contratar e não consegue. A situação do Alex Silva não começou agora. Ele teve que viajar para a Alemanha, conseguimos diminuir o preço, o procurador veio aqui, até acertar”, comentou o treinador.

Sem opções no elenco, Luxemburgo recrutou algumas revelações das categorias de base para os treinamentos dessa semana. Thomas foi um dos destaques do coletivo de quinta-feira, mas o treinador pediu calma com os jovens, deixando claro, no entanto, que vai utilizá-los se achar necessário.

“Estamos acompanhando essa molecada. Esse elenco da base, dos juniores, tem uma safra muito boa. A situação do Negueba foi antecipada. Temos que ter calma para não queimar os garotos. Depois da Copa São Paulo do ano que vem, muitos deles estarão integrados aos profissionais”, avisou Luxemburgo.

Para o jogo contra o Palmeiras, quarta-feira, no Pacaembu, ainda sem horário definido por causa da seleção brasileira, Luxemburgo deve convocar Diego Maurício para compor o banco. Ele já havia utilizado o jogador no Fla-Flu. Negueba e Rafael Galhardo já estouraram a cota de dois jogos permitida pela comissão técnica da seleção sub 20.

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG