Técnico do Flamengo joga responsabilidade para o rival e reclama da falta de alternativas para o Maracanã

Mal terminou o jogo com o Murici-AL , pela Copa do Brasil, o técnico do Flamengo , Vanderlei Luxemburgo, mostrou sua capacidade de mudança de foco. Ainda no vestiário do Estádio Rei Pelé, tratou de falar sobre a semifinal da Taça Guanabara e jogar a responsabilidade do jogo para o Botafogo. A partida será domingo, às 16h, no Engenhão.

"Ouvi o Joel (Santana, técnico do Botafogo) dizer que o Flamengo é o time da moda. Não. O time da moda é o Botafogo, atual campeão carioca, que conta com grandes jogadores, tem um grande treinador e traja a conquista do ano passado", comentou Luxemburgo.

Ronaldinho Gaúcho marcou na Copa do Brasil e deve estar em campo diante do Botafogo
Agência O Globo
Ronaldinho Gaúcho marcou na Copa do Brasil e deve estar em campo diante do Botafogo
O treinador aproveitou para reclamar mais uma vez da falta de uma alternativa para o fechamento do Maracanã que não fosse o Engenhão. Ele usou o fato para jogar ainda mais responsabilidade no rival, que é o dono do estádio.

"Nada contra o Botafogo, mas vamos jogar na casa deles. Eles têm essa vantagem", disse Luxemburgo. "Vão construir com R$ 38 milhões um estádio para 15 mil pessoas em Bangu, que depois vai ser usado para o rugby. Estou num país de futebol. Deveriam gastar um pouco mais e fazer um de 30 mil para Flamengo e Fluminense poderem usar", emendou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.