Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lusa vacila no fim, leva empate do Linense e segue ameaçada

Com o resultado, equipe da capital fica com 18 pontos, apenas quatro à frente do Guaratinguetá, primeiro time da degola

Gazeta |

O choro do goleiro Rodrigo Calaça após falhar nos segundo gol do Linense pareceu transparecer a mesma emoção dos torcedores presentes ao Canindé na noite deste sábado, que viram a Portuguesa levar o empate por 2 a 2 do time do interior aos 41 minutos do segundo tempo e seguir ameaçada pela zona do rebaixamento à Série A2 do Paulista.

O detalhe é que no gol de empate do Linense, o goleiro da Lusa, Rodrigo Calaça, chegou a chorar por ter levado o tento. Ele saiu mal nos pés do atacante adversário e viu a bola passar por cima do seu corpo e morrer nas redes.

Com o resultado, a Lusa fica com 18 pontos, apenas quatro à frente do Guaratinguetá, primeiro time da degola. Dois pontos à frente está o Elefante, que se distanciou da briga por uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na última rodada, os comandados do técnico Jorginho vão até Mirassol encarar o time da casa, enquanto os alvirrubros recebem o líder São Paulo. Ambos jogos serão às 16h (de Brasília) do próximo domingo.

O Jogo - Os donos da casa iniciaram a partida dispostos a jogar para longe o risco de rebaixamento e apagar a derrota no meio de semana para o Juventude, na Copa do Brasil. E começaram a construir o placar aos sete minutos de bola rolando.

Após lançamento na direita, Henrique desceu bem e se livrou de dois marcadores antes de cruzar rasteiro. Léo Silva, que vinha livre, pegou bonito e acertou o ângulo do goleiro para marcar.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Pouco depois, os lusitanos ampliaram. Ananias foi lançado em velocidade, a bola explodiu no peito do zagueiro Fabão e sobrou para ele. O goleiro Douglas saiu mal e o atacante só teve o trabalho de limpar para o pé direito e chutar para o gol vazio.

O Linense, porém, mostrou que não estava morto e acordou depois do mau início. Após duas tentativas erradas de João Henrique, ao 21 minutos Éder deu passe preciso para Chimba, que invadiu a área e bateu cruzado, diminuindo a desvantagem e recolocando os interioranos no jogo.

No início da etapa final, os torcedores rubro-verdes viveram momentos de tensão quando, aos oito minutos, Chimba apareceu livre na área e foi derrubado por Rodrigo Calaça. Pênalti para os visitantes, mas o arqueiro se redimiu e defendeu bem a cobrança de Lenilson.

Futura Press
Rodrigo Calaça falhou no segundo gol do Linense e chorou dentro de campo

Depois da chance desperdiçada, a equipe de Lins pareceu ter sentido e pouco finalizou em direção ao gol dos paulistanos. Do outro lado, a Lusa manteve a temperatura morna, mas um lance de sorte acabou desfazendo o esforço.

Em chutão do goleiro Douglas, a bola andou bastante nas alturas e caiu na entrada da área. Calaça saiu muito mal do gol e Fausto, de costas, acabou desviando para as redes, totalmente desprotegidas. Choro do arqueiro lusitano, que ficou desolado depois de ter falhado, e de muitos torcedores presentes ao Canindé. O perigo do rebaixamento ainda não foi embora.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 2 x 2 LINENSE

Local: estádio do Canindé, em São Paulo-SP
Data: 7 de abril de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Claudinei Forati Silva
Assistentes: Sérvio Antônio Bucioli e Junivan Rodrigues de Sousa
Adicionais: Leandro Bizzio Marinho e Carlos Roberto dos Santos Júnior
Cartões Amarelos: Rogério, Rodrigo Calaça, Luis Ricardo e Boquita (Portuguesa); Fábio Lima, Fabão e André Luis (Linense)
Gols: PORTUGUESA: Léosilva, aos sete, e Ananias, aos 12 minutos do primeiro tempo LINENSE: Chimba, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Fausto, aos 41 minutos do segundo tempo

PORTUGUESA: Rodrigo Calaça; Luís Ricardo, Rogério, Renato e Ivan; Boquita, Léo Silva, Guilherme e Henrique (Rodriguinho); Ananias e Ricardo Jesus (Danilo)
Técnico:Jorginho

LINENSE: Douglas; Marcelo, Fabão, Bruno Quadros e Fábio Lima (Maicon); Makelele, Elias, Éder, João Henrique (André Luis); Lenilson (Fausto) e Chimba
Técnico: Pintado

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2012portuguesa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG