Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luís Fabiano projeta títulos em sua volta ao São Paulo

"Quero continuar sendo aquele Luís artilheiro. Ser o cara que está ali para fazer o gol. Mas o principal é ganhar título", disse

AE |

selo

Apesar da relevante média de gols em sua primeira passagem pelo São Paulo, Luís Fabiano não deu à torcida nenhum título relevante em pouco mais de três temporadas no clube. Participou apenas da conquista do Torneio Rio-São Paulo de 2011, logo em sua chegada ao Morumbi. Agora, em seu retorno ao São Paulo, o atacante quer compensar os torcedores com troféus inéditos.

"Quero continuar sendo aquele Luís artilheiro. Ser o cara que está ali para fazer o gol. Mas o principal é ganhar títulos. Fui artilheiro em todos campeonatos com a camisa do São Paulo, mas faltou um título. Ganhamos o Rio-São Paulo que era um título inédito para o clube", prometeu o jogador, que deixou o clube brasileiro em 2004 com a média de 118 gols em 160 jogos.

Luís Fabiano retornará ao São Paulo com dois objetivos em mente: a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. "São coisas que dão uma motivação extra, apesar de já estar muito motivado. Temos de trabalhar forte para ir em busca daquilo que é inédito no clube. Pode ser um campeonato que a gente priorize e direcione todos os nossos esforços", avisou.

Para tanto, o atacante conta com a ajuda do elenco são-paulino, um "grupo campeão", na sua avaliação. "O São Paulo está vivendo um momento muito legal. É o líder do Campeonato Paulista e tem um elenco muito talentoso, com um treinador excepcional. Tem o Rivaldo, Rogério, Lucas, Fernandinho, Dagoberto, Rhodolfo, Miranda... todos têm muita qualidade. É um grupo muito forte", opinou.

Sem se considerar titular, Luís Fabiano prevê uma boa concorrência no ataque do São Paulo. "Isso é necessário. Um clube que quer ser campeão é preciso ter esta disputa no campo e no banco. O Carpegiani só pode escalar onze e ele colocará quem estiver melhor no momento. Se todo jogador tiver a consciência de que é importante, sem se importar com a reserva ou baixar a cabeça, o São Paulo tem muito a ganhar com isso. Aí que começa um grupo campeão".

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG