Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luis Fabiano pensa em rodízio com Ceni em cobranças de pênaltis

Novo camisa 9 do São Paulo diz querer fazer "acordo" com o goleiro: três faltas perto da área por um pênalti

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Décimo segundo maior artilheiro do São Paulo com 118 gols, o atacante Luis Fabiano já tem uma ideia de como trabalhar para subir nesse ranking. Na primeira entrevista coletiva que concedeu após sua apresentação oficial, o novo camisa 9 sugeriu um possível acordo com o goleiro Rogério Ceni para bater alguns pênaltis e, assim, acelerar a busca por essa meta.

“Quem sabe não faço um acordo com o Rogério. nullEu cavo três faltas perto da área e ele deixa o pênalti pra mim. Na hora vamos conversar. Ele é o batedor oficial, mas a gente conversa. Seria muito legal me tornar o maior artilheiro da história do São Paulo. São quatro anos e os números são alcançáveis, mas o principal objetivo é ganhar títulos”, afirmou o atacante, que projeta sua estreia na equipe em duas semanas.

Em sua primeira passagem pelo São Paulo, o atacante foi artilheiro de três competições. O Brasileirão de 2002, o Paulista de 2003 e a Libertadores de 2004. Agora, porém, ele afirma deixar a artilharia em segundo plano, se for o caso, priorizando as conquistas de torneios mais importantes.

“Os prêmios individuais serão consequência desse trabalho. Na primeira passagem eu fiz muitos gols e ganhei títulos não tão importantes. Agora tenho quatro anos para ganhar títulos importantes e entrar de vez na história do São Paulo. Chego para continuar a minha história e ganhar o que faltou na passagem anterior”, disse.

Veja imagens da apresentação de Luis Fabiano:

Leia tudo sobre: são pauloluis fabianorogério cenipênalti

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG