Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luis Fabiano exalta parceria e pede calma com Jadson

Atacante espera nova versão da parceria de sucesso com Kaká, em sua primeira passagem pelo São Paulo

AE |

selo

Gazeta Press
Luis Fabiano fez gol com assistência de Jadson contra a Portuguesa
As principais contratações do São Paulo nos últimos dois anos se encontraram pela primeira vez dentro de campo apenas no último domingo, mas se entenderam. O atacante Luis Fabiano e o meia Jadson atuaram juntos no último domingo, na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa, e começaram a se entender. Cada um fez um gol no Morumbi, com Jadson dando uma assistência para Luis Fabiano, que elogiou o companheiro.

Leia também: Após trabalhar até sua mente, Jadson agradece franqueza de Leão

"Pelo fato de ter sido o primeiro jogo conseguimos nos entender. Ele me deu vários passes no jogo e está crescendo de produção. Nunca tive dúvida de que isso iria acontecer. Não só para mim, mas para a equipe é bom ter um meia que segure a bola, arme as jogadas. Com isso, vamos receber mais assistências", disse Luis Fabiano.

Contratado pelo São Paulo no início deste ano, Jadson teve dificuldades nas primeiras partidas pelo clube e até foi afastado da estreia da equipe na Copa do Brasil. Com a experiência de quem também retornou do futebol europeu, Luis Fabiano aposta que o companheiro terá sucesso no clube, mas pede calma com o meia por conta da readaptação ao Brasil.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"A adaptação nem sempre é tão simples quanto parece. Não basta estar no seu país que tudo será mil maravilhas. Ele veio de um futebol acostumado com outro ritmo de trabalho e isso leva tempo. Eu também tive esta dificuldade. Mas tenho certeza de que ele vai se adaptar e voltar a ser aquele Jadson de seleção brasileira", afirmou.

Satisfeito, Luis Fabiano aposta em uma parceria de sucesso com Jadson no São Paulo, como aconteceu na sua primeira passagem pelo clube, com o meia Kaká e o atacante Reinaldo. "Jadson é este cara que faz a bola chegar. No decorrer dos jogos, a gente tem tudo para se entender mais ainda assim como foi com o Kaká, Reinaldo, grandes parceiros que eu tive aqui. Todo mundo tem de ajudar numa adaptação rápida. Ele tem qualidade e visão de jogo. É só eu fazer o movimento que a bola vai chegar", comentou.

Confira ainda: Wagner Ribeiro detona Leão e diz que Lucas é Ferrari mal dirigida

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG