Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Luis Fabiano deixa hospital e diz estar bem

O São Paulo evita fazer uma previsão de quando o jogador, que ainda não estreou, terá condições de entrar em campo

AE |

O atacante Luis Fabiano recebeu alta hospitalar na manhã deste sábado, depois de realizar uma cirurgia na última sexta-feira. A operação precisou ser realizada por conta de uma fibrose na coxa direita. Agora, o jogador são-paulino começará a sua recuperação no Reffis, a partir de segunda-feira. 

O São Paulo evita fazer uma previsão de quando Luis Fabiano terá condições de entrar em campo. De acordo com o médico José Sanchez, o atacante será reavaliado em três semanas para definir o prazo de recuperação. "Estou bem, inteiro. Estou saindo do hospital já. Obrigado pelo carinho de todos", afirmou o jogador. 

O médico Rene Abdalla, responsável pela cirurgia do atacante, acredita que a recuperação dele pode ser mais rápida que o tempo médio esperado (de um mês a 40 dias). "Ele vai voltar em prazo reduzido, vocês vão ter uma surpresa", conta.

Abdalla também explicou que a cirurgia foi uma escolha feita em conjunto com o jogador: "Optamos pela cirurgia porque ele sempre chegava a 90% de suas condições, mas esses 10% que faltavam o incomodavam". A operação não inseriu parafusos e nem mexeu nos ossos do joelho de Luis Fabiano, apenas retirou uma fibrose desenvolvida no local, o que deve evitar futuras dores - ou pelo menos torná-las mais suportáveis caso a fibrose apareça novamente.

Luis Fabiano foi contratado pelo São Paulo no dia 11 de março, por 7,6 milhões de euros, e tinha uma contusão no tendão da coxa direita, na região do joelho, sofrida em jogo do Sevilla. Para ajudar na recuperação, a diretoria são-paulina chegou a mandar um fisioterapeuta para a Espanha, enquanto o jogador não mudava para o Brasil. 

Desde que foi apresentado pelo São Paulo, no final de março, Luis Fabiano chegou a marcar sua estreia duas vezes, em jogos da Copa do Brasil, mas foi obrigado a adiar por causa das dores no tendão. Dessa vez, ele treinou durante a semana e havia a expectativa de que pudesse jogar na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. As dores, porém, voltaram a aparecer. Assim, os médicos optaram pela cirurgia, o que adiou novamente a esperada reestreia do atacante no São Paulo.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG