Tamanho do texto

Presidente do Santos afirmou, em entrevista a jornal espanhol, que atacante é indispensável ao clube

Presidente do Santos pensa em ajuda estatal para manter Neymar no futebol brasileiro
Gazeta Press
Presidente do Santos pensa em ajuda estatal para manter Neymar no futebol brasileiro
Ciente do desejo de diversos clubes do Velho Continente de contar com o futebol do jovem Neymar , o presidente do Santos , Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, em entrevista ao jornal espanhol As , afirmou que pensa em contar com a ajuda da presidente Dilma Rousseff para manter o atacante. Questionado sobre contatos com Florentino Pérez, dirigente do Real Madrid , o mandatário negou ainda qualquer possibilidade de negociação do brasileiro.

"Conversamos algumas vezes. É um homem distinto, um cavalheiro e temos as melhores relações com o Real Madrid. Contudo, deixei claro que Neymar é indispensável para nós, pelo menos nos próximos seis meses. Tenho certeza de que ele quer continuar no Brasil por mais tempo", afirmou o dirigente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro.

Segundo o dirigente santista, o Santos pode recorrer até ao Governo brasileiro para buscar auxílio para manter o jogador no plantel. "Estive com Dilma Rousseff há seis meses para uma conversa sobre futebol feminino. É uma pessoa encantadora, muito simpática. Quero que ela me ajude", disse.

"O Governo tem empresas fortes de investimento no esporte. O voleibol, por exemplo, tem o Banco do Brasil como seu principal patrocinador. No futsal, nosso melhor jogador, Falcão, também é patrocinado pelo Banco do Brasil. Temos muito ainda o que conversar sobre a Copa do Mundo de 2014 para manter nossos melhores atletas", encerrou.