Defensor, que joga em clube da Turquia, recebeu de presente uma camisa de presente de Rogério Ceni

Lugano visitou o São Paulo e ganhou uma camisa de Rogério Ceni
Site oficial
Lugano visitou o São Paulo e ganhou uma camisa de Rogério Ceni

O zagueiro uruguaio Diego Lugano, ídolo dos são-paulinos, visitou o CT da Barra Funda neste sábado. Ele não faz questão de esconder seu carinho pelo clube, mas não crê que o retorno esteja próximo, já que vive boa fase na Turquia, onde defende o Fenerbahce desde 2006.

"Não é uma situação simples. Estou muito bem no clube, valorizado e respeitado por todos, minha família está muito feliz na Turquia, fomos campeões nacionais e vamos disputar a próxima Copa dos Campeões. O Fenerbahce conta comigo para a sequência dos trabalhos e eu respeito muito a instituição", declarou o jogador, ao site oficial do clube paulista.

Apesar das remotas possibilidades de retorno em breve, Lugano diz que o São Paulo é sua "eterna casa" e garante que tem vontade de vestir a camisa tricolor novamente. Ele, no entanto, diz que não pode fazer previsões com relação à data do retorno.

"Não sou nenhum craque, não sou o Messi que pode escolher onde jogar, precisamos ver se no futuro o São Paulo vai precisar dos meus serviços", acrescentou ele, que se disse emocionado com a adoração que os torcedores do clube nutrem por sua imagem.

João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol, acompanhou o ilustre visitante durante sua passagem pela Barra Funda e fez questão de acabar com qualquer dúvida quanto ao desejo do São Paulo. "O Lugano vai voltar. Só não sabemos quando".

O defensor está de passagem pelo Brasil antes de se juntar à seleção uruguaia que disputa a Copa América. O carinho pelo time do Morumbi é tão grande que o zagueiro levará uma cuia (onde se coloca o chimarrão) com um distintivo do São Paulo para a Argentina, onde o torneio será disputado. O mesmo objeto esteve com ele na África do Sul, durante a Copa do Mundo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.