"Temos uma dificuldade enorme no lado direito. O Lucas deixou um vazio muito grande", disse Carpegiani

Paulo César Carpegiani fez questão de chamar todos os seus quatro jogadores que ainda disputam o Sul-Americano sub-20 para conversar nesta segunda-feira para saber o nível de seu desgaste. Sua grande preocupação, no entanto, é com relação a Lucas , que não teve um substituto à altura em um mês fora do Tricolor.

"Temos uma dificuldade enorme no lado direito. O Lucas deixou um vazio muito grande. Ele é uma realidade, dispensa dizer que é o titular. E nem tenho medo de falar isso, pela sua simplicidade isso não vai subir à cabeça", enalteceu o treinador, que não gostou de Ilsinho na posição e agora tenta adiantar Jean.

O jogador de 18 anos é tão enaltecido pelo chefe que ele crê que, com o atual camisa 10 da seleção sub-20 à disposição, poderia suprir também a ausência de Ricardo Oliveira, que não teve empréstimo renovado pelo Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. "Se eu tivesse o Lucas, talvez até suprisse a falta de um centroavante."

Neste setor, porém, Carpegiani ganhará duas opções. Henrique, revelado no Tricolor e que estava emprestado ao Vitória, e Willian José, recém-contratado do Grêmio Prudente e que terminou o Sul-Americano como centroavante titular do técnico Ney Franco.

Além da dupla, Casemiro, titular e autor de três gols até agora na competição continental, também pode receber uma oportunidade como volante, posição que o treinador ainda não definiu um companheiro para Rodrigo Souto. "Todos vão ter oportunidade porque jogar na seleção não é fácil", prometeu o chefe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.