Meia do São Paulo disse ainda que não vê problemas em treinar no CT do Corinthians antes de amistoso

Lucas em ação no treino desta terça
AE
Lucas em ação no treino desta terça
O adiamento do 3º jogo do São Paulo no Brasileirão foi benéfico para a equipe, já que Paulo César Carpegiani, que ficaria sem Lucas para o duelo contra o Atlético-MG , poderá escalar o meio-campista após sua apresentação pela seleção brasileira. O treinador comemorou o fato logo após a vitória sobre o Figueirense , e o próprio Lucas confirmou nesta terça-feira que estará em campo contra o time mineiro, em Sete Lagoas.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

"A princípio estarei em campo sim, já conversei com o Carpegiani e ele pretende me usar. Estarei pronto. Se eu estiver cansado posso jogar meio tempo, mas estarei em campo. Com 18 anos, tem que estar pronto para tudo. No Sul-americano sub 20 era um jogo a cada 3 dias e nós estávamos prontos", analisou o jovem de 18 anos.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Lucas foi convocado por Mano Menezes para os amistosos contra Holanda e Romênia, nos próximos dia 4 de junho, sábado, e 7, terça-feira. O garoto prodígio do São Paulo espera uma chance como titular, mas sabe que é muito difícil. "É uma pergunta que ter que ser feita para o Mano. Mas lá só tem fera, todos têm condição de ser titular. Quero uma oportunidade de começar jogando e vou dar meu melhor. Vou brigar para isso", disse.

O jogo contra a Romênia, no Pacaembu, marcará a despedida de Ronaldo no futebol. "Para mim vai ser fantástico jogar ao lado do Ronaldo, um dos melhores que eu vi na posição", disse o meia, completando que não vê problemas em treinar no CT do Corinthians antes desse duelo. "É normal, não temos que se importar com isso. Meu coração é são-paulino hoje e sempre foi. Torço pelo São Paulo, time que acreditou no meu talento", comentou.

Voltando ao assunto São Paulo, o jogador fugiu quando foi questionado sobre a "Lucasdependência" do São Paulo. Para ele, isso mostra a sua importância dentro do grupo. "Estamos entrosados e é sempre bom contar com todos os atletas", disse Lucas.

Herói na vitória sobre o Figueirense, quando fez o gol do triunfo aos 47 minutos do segundo tempo, Lucas defendeu a equipe da apresentação abaixo do esperado e disse que não tem como jogar um bom futebol direto. "Cada jogo é uma história. A equipe não estava se encaixando e o Figueirense estava fechado". Segundo o meia, as substituições foram fundamentais para o time melhorar em campo. "Com a entrada do Rivaldo e do Marlos o time melhorou e conseguimos vencer", concluiu,

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.